livro livre Sensoriamento Remoto

A versão em PDF do documento está disponível para download Satélites de sensoriamento remoto para gerenciamento de terras. Uma contribuição valiosa e atual se considerarmos a importância que esta disciplina tem tido na tomada de decisões para o manejo eficiente de florestas, agricultura, recursos naturais, meteorologia, cartografia e ordenamento territorial.sensoriamento remoto

De acordo com dados extraídos da União de Cientistas Preocupados http://www.ucsusa.org em fevereiro, 2012 tinha mais de satélites 900 orbitando a Terra, dos quais a maioria, aproximadamente 60%, são comunicações. Os satélites de sensoriamento remoto são aproximadamente 120.

O documento inclui um contexto histórico não desprezível, já que a aceleração do avanço nas últimas décadas pode nos fazer esquecer que os primórdios dessa disciplina eram primitivos, no entanto, era o mais avançado em tecnologia espacial. Atualmente, o potencial do sensoriamento remoto (sensoriamento remoto) está na extensa oferta de imagens captadas por muitos satélites que orbitam o planeta, mas essa mesma diversidade causa a mesma confusão para a compreensão da pertinência dos dados.

Neste, precisamente o livro concentra sua atenção. Inclui uma introdução ao sensoriamento remoto para preencher as necessidades teóricas de treinamento e um glossário. Mas a força do documento está na apresentação na forma de um catálogo esquemático e prático dos satélites de sensoriamento remoto de alta e média resolução mais utilizados, bem como parâmetros básicos para a aquisição de imagens de satélite. Um grande esforço para homogeneizar o conteúdo, tendo em vista que as informações geralmente são muito amplas e dispersas. Não há dúvida de que ajudará os interessados ​​a conhecer a aplicabilidade do sensoriamento remoto em suas respectivas disciplinas, uma vez que a grande fraqueza tem sido a falta de disseminação sistemática; o que este documento realiza com total certeza.

Os critérios para selecionar os satélites descritos no livro foram:

  • Eles serão operacionais a partir da data desta publicação. (Fevereiro 2012)
  • Possuindo uma resolução espacial igual ou superior a 30 metros / pixel aproximadamente.
  • Que seus produtos estavam disponíveis através de uma rota de marketing relativamente simples.

Os sensores de microondas do tipo RADAR foram deixados de fora deste catálogo. Embora estes tenham a vantagem de poder operar em quase todas as situações meteorológicas (nebulosidade, chuva leve, etc.), o processamento e interpretação de suas imagens requer uma metodologia muito diferente daquela reportada neste documento.

E para cada um deles é resumida a informação em forma iconográfica bastante prática como explicado abaixo:

sensoriamento remoto

  • O primeiro campo indica o nome do sensor, que no caso de muitos satélites, sendo apenas um, optou por indicar o nome do próprio satélite. No caso de satélites com vários sensores, são adicionadas várias células, uma para cada sensor.
  • O segundo campo indica a resolução espacial fornecida pelo sensor. Isso pode variar dependendo do ângulo de visão do satélite, portanto, o máximo possível na órbita vertical (nadir) é mostrado. No caso de satélites que possuem vários sensores, a resolução espacial de cada um é especificada.
  • O terceiro campo indica o número de faixas espectrais fornecidas pelo sensor.
  • O quarto Indica a resolução temporal do sensor. Estes dados são relativamente ambíguos, uma vez que este recurso varia de acordo com a latitude e o ângulo com o qual o satélite é "forçado" a adquirir a imagem. Portanto, os dados que aparecem são orientativos e visam dar ao leitor uma idéia da periodicidade potencial do satélite para cobrir a mesma área.
  • E este último reflete o preço mínimo por quilômetro quadrado de uma imagem customizada na data de produção deste catálogo. Foi escolhido incluir essa informação para que o leitor tenha uma idéia aproximada do que custaria adquirir uma imagem de uma determinada área. O preço final depende de uma infinidade de fatores (tamanho da ordem, prioridade, porcentagem mínima de nuvem, grau de processamento de imagem, possíveis descontos, etc.), pelo que sempre será necessário entrar em contato com a empresa fornecedora e determinar exatamente o tipo de produto que é necessário para saber o preço exato.

Definitivamente você tem que baixar o documento, lê-lo, salvá-lo na coleção de leituras favoritas e compartilhá-lo. Eu resumir o índice de conteúdo.

APRESENTAÇÃO

PRINCÍPIOS BÁSICOS DO CONTROLE REMOTO

  • Introdução
  • Detalhes históricos
  • Elementos do processo de sensoriamento remoto
  • O espectro eletromagnético em sensoriamento remoto
  • Reflectância de superfícies terrestres
  • Características orbitais dos satélites de sensoriamento remoto
  • Resolução de sensores remotos: espacial, espectral, radiométrico, temporal
  • Tipos de Imagens de Sensoriamento Remoto

sensoriamento remotoSATÉLITES DE TELEFONE

  • DMC
  • OBSERVAÇÃO DA TERRA-1 (EO-1)
  • EROS-A / EROS-B
  • FORMOSAT-2
  • GEOEYE-1
  • IKONOS
  • KOMPSAT-2
  • LANDSAT-7
  • QUICKBIRD
  • RAPIDEYE
  • RESOURCESAT-2
  • SPOT-5
  • TERRA (EOS-AM 1)
  • THEOS
  • WORLDVIEW-2

MISSÕES FUTURAS
PARÂMETROS BÁSICOS PARA ADQUIRIR UMA IMAGEM SATÉLITE
GLOSSÁRIO
Referências

Parece-nos um trabalho inestimável, que nos chega do projecto «Utilização de imagens de satélite de alta resolução para a gestão do território macaronésico» (SATELMAC), aprovado no primeiro convite do Programa de Cooperação Transnacional - Madeira Açores Canárias (PCT-MAC) 2007-2013. Neste projeto, a Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural do Ministério da Agricultura, Pecuária, Pesca e Água do Governo das Ilhas Canárias atua como Chefe de Linhas, e o Grupo de Observação da Terra e Atmosférica da Universidade são parceiros participantes. La Laguna (GOTA) e o Instituto Regional de Regulação Agrária, dos Açores (IROA).

Reconhecemos o crédito deste esforço e a Cartesia por compartilhar o link via LinkedIN.

Baixe o documento do seguinte link:

http://www.satelmac.com/images/stories/Documentos/satelites_de_teledeteccion_para_la_gestion_del_territorio.pdf

4 responde a "livro de sensoriamento remoto livre"

  1. Muito obrigado, parece-me uma grande contribuição, vou manter um olho nas novas publicações que você faz.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.