Mais do que rotinas 60 Autolisp para o AutoCAD

Lisp para conversões e operações


1. Converter pés em metros e vice-versa

Essa rotina gerada com Autolisp, nos permite converter o valor introduzido de pés para metros e vice-versa, o resultado é mostrado na linha de comando.

Aqui também usamos a função CVunit, esta função lisp, obtem os valores de conversão, do arquivo acad.unt (AutoCAD Unit Definition), se você deseja ver em detalhes quais são esses valores e os diferentes tipos de conversão, aconselho você a ver este arquivo .

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: PIM
  3. Escolha o tipo de conversão: pés a metros ou metros a pé
  4. Digite o valor que deseja converter
  5. Você entrará na linha de comando as informações com a conversão da unidade

Você pode pegar a rotina Clique aqui


2. Multiplica todos os textos selecionados

Esta rotina gerada no AutoLisp permite obter a multiplicação de todos os valores dos textos selecionados, para que esta rotina funcione corretamente, é necessário que os textos selecionados sejam do tipo TEXT e não do tipo MTEXT.

Por exemplo, se você tiver 3 três textos cada um com os valores: 1, 2, 3 e todos os três são selecionados, o resultado do comando será a multiplicação desses três números, que serão iguais a: 6.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: mul
  3. Selecione todos os textos que você deseja obter a multiplicação.
  4. Pressione a tecla entrar para obter o resultado.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


3. Converter polegadas em metros

Esta pequena rotina nos permite converter o valor inserido em polegadas para metros que mostram o resultado na linha de comando, também mostra o resultado dividido entre 2 como parte de informações adicionais.

Você pode modificar este comando para converter outros tipos de unidades, para isso você deve modificar o código-fonte, por exemplo, converter polegadas para centimetros o minutos a segundos, basta alterar os parâmetros da função «Cvunidade«, Neste comando cvunit tem os seguintes parâmetros:« polegadas »« metros », com estes parâmetros, o valor inserido será tomado como polegadas (polegadas) e será convertido em metros (metros), você pode alterar os parâmetros pelos seguintes:« minuto »« segundo »,« polegada »« cm »,« acre »« jarda quadrada »,« ft »« in », entre outros.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: PM
  3. Digite o valor que deseja converter de polegadas para metros e

Pronto, você receberá a informação com a conversão da unidade.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


4. Adicione os comprimentos das linhas da camada selecionada

Essa rotina permite adicionar as distâncias de todas as linhas contidas na camada do objeto selecionado.

Esta rotina permite que você adicione as distâncias de todas as linhas contidas na camada do objeto selecionado, se as polilinhas forem encontradas na camada selecionada, elas serão ignoradas.
Uma vez que a soma de todas as linhas é encontrada, o resultado é exibido.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: sumlcapa
  3. Selecione a linha que está na camada das linhas que deseja adicionar

Você pode pegar a rotina por USD 5.99 aqui


5. Adicionar ou subtrair valores aos textos selecionados

Essa rotina feita com o AutoLisp nos permite adicionar ou subtrair valores aos textos selecionados.

Por exemplo, se você tiver texto com um valor de 5 e use este comando e digite o valor 2, o texto selecionado será alterado, atualizado pelo valor 7, se você inserir o valor -2, o texto será atualizado para 3.

Faça o seguinte para usar essa rotina.

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: vsr
  3. Indica o valor a ser adicionado ou subtraído
  4. Selecione os textos a serem adicionados ou subtraídos.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


6. Obter áreas de seções sombreadas

Esta rotina permite que você obtenha áreas de sombreamento de seção transversal e defina os valores obtidos nos atributos de bloco selecionados.

Os shaders selecionados devem estar em uma camada que descreva o tipo de área a ser obtida, por padrão o lisp irá ler dois nomes de camada, que são os seguintes: «ShadingCut"E"ShadowFill".

O lisp adiciona todas as áreas das sombras que estão na camada «ShadingCut»E todas as áreas de sombreamento da camada«ShadowFill"E uma vez que a seleção chocado proceder para atualizar os atributos de áreas de bloco, para que você deve primeiro selecionar o atributo do bloco progressista, este é um atributo invisível, mas a língua presa pouco antes da seleção mostra e depois escondê-lo novamente, isso é feito com o comando «Attdisp«, Em seguida, os atributos das áreas de recorte e preenchimento serão selecionados e serão atualizados de acordo com os valores das áreas encontradas.

A seleção dos objetos é feita por meio de uma janela que inclui todas as punções incluindo o texto do progresso da seção.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: AXA.
  3. Selecione por meio de uma janela todas as punções de corte e preenchimento da seção, incluindo o texto do progressivo do mesmo.
  4. Selecione um a um os atributos do bloco a modificar, começando com o atributo de progressivo.
  5. O comando terminará automaticamente após a seleção dos atributos de corte e preenchimento.

Um exemplo de arquivo CAD é anexado ao lisp para uma melhor compreensão do comando.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


7. Obter o declive de uma linha ou polilinha

Este comando (rotina Autolisp) obtém o valor da inclinação de uma linha ou uma polilinha, e também obtém o comprimento da linha, o comprimento horizontal e o ângulo.

Isso é de grande ajuda quando queremos controle nossos brincos, para obter a inclinação, basta selecionar a linha ou a polilinha, o resultado pode ser exibido na tela (linha de comando) ou selecionando um texto (o valor desse texto mudará pelo valor da inclinação encontrada).

Vale ressaltar que, no caso de uma polilinha, este comando encontra a inclinação de apenas o primeiro segmento.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: pnd
  3. Selecione a linha ou polilinha para obter a inclinação.
  4. Se for desejado, você pode selecionar um texto para substituir seu valor pela inclinação encontrada, caso contrário, pressione apenas entrar para obter os resultados na tela.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


8. ROTINA NO VISUAL LISP PARA OBTER O SOM DAS LINHAS SELECIONADAS OU POLICLINAS

É uma rotina gerada em Lisp que obtém a soma dos comprimentos das linhas ou polilinhas selecionadas, o resultado dessa soma pode ser estabelecido em um texto selecionando-o ou ele só pode ser exibido na linha de comandos.

Você pode selecionar linhas e polilinhas em conjunto através de uma janela ou uma a uma.

O número decimal padrão da soma dos comprimentos encontrados é 2, mas outro valor pode ser inserido.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: lpl
  3. Digite o número de decimais para o resultado da soma dos comprimentos
  4. Selecione as linhas ou polilinhas para adicionar seus comprimentos
  5. Pressione a tecla entrar para terminar a seleção
  6. Selecione um texto para substituir seu valor com o da soma obtida ou pressione entrar novamente para exibir o resultado na linha de comando

Você pode pegar a rotina Clique aqui


9. ROTINA EM LISP VISUAL QUE GERA UMA LISTA DAS CAMADAS DO DESENHO ATUAL

Esta é uma pequena rotina que gera uma lista com os nomes de todas as camadas no desenho atual e a exibe na linha de comando.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
Digite o nome do comando: lc
O resultado será uma lista na linha de comando de todas as camadas do desenho atual.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


Trabalhando com coordenadas


10. AUTOLISP DE ROTINA QUE INSIRA UMA TABELA DE DADOS

Esta rotina gera uma tabela com o número especificado de linhas e colunas, é semelhante ao comando da tabela AutoCAD, mas é mais leve de usar.

Essa rotina gera uma tabela com o número de linhas e colunas especificadas, é semelhante ao comando da tabela AutoCAD, mas é mais leve de usar, embora não vincule dados com o Excel você tem a opção de preencher a tabela com um valor predefinido que por padrão é «0.00» e é colocado em cada célula a ser editada posteriormente.

Este comando também permite que você gere a tabela usando duas opções, a primeira opção permite definir a tabela através de uma altura e largura fixas das células e a outra opção ajuste esses valores para que o número especificado de linhas e colunas insira a designação de uma janela.

As opções adicionais incluem o seguinte:

  • Texto padrão: O comando pode ser instruído para inserir um valor padrão ("0.00") em cada célula gerada, esse valor pode ser personalizado e pode ser alterado por qualquer outro.
  • Altura do texto: É a altura que o texto inserido terá, a altura padrão tem um valor de «0.25».
  • Justificação: do texto inserido, então há duas opções: Caber (Fit na célula) e Coração (metade da célula).
  • Cor: É a cor que terá inserido textos, por padrão, a cor inicial é a cor atual definida.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: Tabela
  3. De acordo com o modo de geração selecionado, um ponto é indicado ou dois pontos são indicados para gerar uma janela

Você pode pegar a rotina Clique aqui


Rotinas Lisp para interação com o Excel


11. Exportar coordenadas aponta para um arquivo CSV

Essa rotina gerada com o Autolisp permite exportar pontos de coordenadas para um arquivo CSV do Microsoft Excel. Os objetos dos quais você pode exportar essas coordenadas são pontos, textos e blocos, basta selecioná-los e indicar um arquivo de destino das coordenadas.

Deve ser especial cuide-se caso os objetos sejam textos, uma vez que o ponto de inserção que é levado em conta no momento da exportação das coordenadas, depende da justificativa que estes textos têm, se você tiver certeza de que a justificativa dos textos está correta, não há problema na exportação dos pontos.

É aconselhável selecionar objetos que têm um único ponto de inserção, como blocos ou pontos do AutoCAD, dessa forma é mais seguro que as coordenadas exportadas sejam as que correspondem.

Como mencionamos anteriormente, esta rotina exporta as coordenadas de pontos, textos (ou também Mtext) e blocos, mas Você pode complementar o código-fonte para levar em conta outras entidades tais como: círculos, pontos iniciais de linhas, entre outros objetos que em seu banco de dados tenha o código 10.

As coordenadas exportadas possuem o formato P, N, E, C (Ponto, Norte = Y, Oriente = X, Cota = Z) e como é exportado para um arquivo CSV (separado por vírgulas), ao abrir o arquivo, cada valor ocupará sua célula separada.

Para usar a rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: EPC
  3. Selecione os objetos a partir dos quais as coordenadas serão exportadas (observe que você selecionará pontos, textos e blocos (se você os encontrar).
  4. Indica a localização eo nome do arquivo CSV onde as coordenadas exportadas serão geradas.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


12. PONTOS DE COORDENAÇÃO EXTERNA DE RUTA DE LINHAS PARA UM ARQUIVO CSV

Essa rotina gerada Autolisp para o AutoCAD permite exportar os pontos das coordenadas das extremidades das linhas selecionadas para um arquivo CSV do Microsoft Excel

As coordenadas exportadas correspondem ao ponto inicial e final das linhas, então, no caso de as linhas serem juntadas pelo mesmo ponto, o lisp lerá 2 vezes a mesma coordenada.

Nesse caso, se desejar você deve considerar a opção para classificar as coordenadas duplicado, as coordenadas exportadas têm o formato P, N, E, C (Ponto, Norte = Y, Oriente = X, Dimensão = Z) e como é exportado para um Arquivo CSV (separados por vírgulas), ao abrir o arquivo, cada valor ocupará sua célula independente e de forma ordenada.

Para usar a rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: EL3
  3. Seleciona as linhas a partir das quais as coordenadas do ponto inicial e final serão exportadas.
  4. Indica a localização eo nome do arquivo CSV onde as coordenadas exportadas serão geradas.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


13. LISTA DE ROTINA PARA IMPORTAÇÃO DE PONTOS DE COORDENADAS DA MICROSOFT EXCEL

Esta rotina gerada para uso no AutoCAD e suas aplicações verticais permitirá que você insira as coordenadas de pontos de um arquivo do Microsoft Excel, com esta rotina não é necessário especificar detalhes relacionados ao arquivo a ser importado, pois, através da interface, você terá as opções precisava importar os pontos conforme desejasse.

Para importar os pontos, é considerado necessário que o arquivo de ponto a ser importado tenha extensão XLS (de versões anteriores ao escritório 2007) ou XLSX (versão 2007 ou posterior) e no arquivo as coordenadas são formatadas com o formato: P, N, E, C, D, (Pjuntos, Norte, Este Cota Ddescrição), conforme mostrado na seguinte imagem:

Ele permite que você escolha entre 3 diferentes tipos de maneiras de inserir um objeto de ponto na coordenada de leitura.

  • O primeiro é escolher inserir um Entidade AutoCAD Point (que é gerado pelo comando POINT), lembre-se de que a exibição de um ponto no AutoCAD depende do tipo de exibição de ponto que você definiu com o comando DDPTYPE.
  • A segunda opção consiste em selecione um bloco armazenado no desenho Como um ponto para inserir na coordenada de leitura, por padrão, a rotina cria um novo bloco chamado "cg-point", que pode ser usado no caso de haver blocos ou não no desenho.
  • A terceira opção relacionada ao estilo do ponto, permite que você importe um bloco do disco rígido, lembre-se que, neste caso, as dimensões com as quais o bloco foi criado influenciam a visualização do bloco no momento da inserção.
  • Com respeito aos dados pontuais (rótulos), iCe permite que você decida o que deseja mostrar, se você quiser apenas exibir um Ponto, você só terá que selecionar esta opção, o mesmo para o texto da Dimensão ou a Descrição do ponto. Você pode optar por exibir os dados da etiqueta 3 ou não exibir nenhum.

Também você pode controlar o número de casas decimais no texto de dimensão inserido, a escala que terá o rótulo, a rotação do mesmo cujo ponto base é a localização do ponto importado e a separação do rótulo em relação ao ponto, essas opções você pode armazená-los com um nome, para que você possa chamá-los de acordo com os pontos que você importará.

Todas essas opções permitirão importar seus pontos de um arquivo do Excel rapidamente e com uma aparência clara, vale a pena esclarecer que a maneira como os textos do rótulo do ponto são vistos não depende da rotina, mas o estilo de texto atual do seu desenho e a camada atual.

Algum tempo atrás eu publiquei uma rotina desenvolvida por um usuário, mas permitiu que coordena importação a partir de um arquivo de texto, mas com muitas limitações, desta vez usando este novo comando terá mais opções para controlar as coordenadas do ponto de inserção.

O arquivo anexado também fornece um bloco de exemplo que você pode importar, além de uma planilha com o formato correto de que o comando precisa para importar as coordenadas sem qualquer inconveniente.

Para usar a rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: ICE
  3. Na caixa de diálogo, especifique as opções que você acha que são fáceis de importar os pontos.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


14. Importar áreas de um arquivo csv para seções cruzadas

Este comando permite importar áreas (corte e preenchimento padrão) para seções transversais do terreno, as áreas a serem importadas devem estar em um arquivo CSV (delimitado por vírgulas), de acordo com o arquivo de amostra anexado.

Este comando lê a progressão localizada na primeira coluna do arquivo csv e procura o texto com o mesmo progresso no arquivo de desenho, inserindo sua área correspondente de corte e preenchimento no canto superior direito da seção transversal.

Os sufixos inseridos na área de recorte e preenchimento padrão são: «AC =» e «AR =», podendo ser manipulados por código, assim como o número de decimais e a altura do texto inserido.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Estabelece como atual a camada que conterá os textos que serão inseridos, por exemplo: «Text-Areas».
  3. Digite o nome do comando: arimx
  4. Selecione o arquivo SCV que contém as áreas a serem importadas
  5. Selecione o você deseja inserir é a área correspondente do arquivo csv, se você deseja selecionar tudo, apenas pressione a tecla Enter.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


15. Listar as rotas das imagens inseridas no desenho

Se você trabalha com imagens, muitas vezes foi necessário gerar uma lista deles, incluindo seu caminho de localização, com esta rotina você pode gerar uma lista com os caminhos de todas as imagens inseridas no desenho atual.

Esta rotina não requer a entrada de nenhuma opção, basta chamar o comando e ele será imediatamente exibido na linha de comando do AutoCAD, a lista com os caminhos das imagens inseridas.

Para usar a rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: cal

Você pode pegar a rotina Clique aqui


16. Substituir um texto pelo caminho do arquivo atual

Esta rotina desenvolvida no Autolisp, nos permite atualizar qualquer texto, com o caminho e o nome do arquivo atual.

Esta é uma boa ajuda ao atualizar o cabeçalho dos planos com essas informações.
No caminho obtido também inclui o nome da guia atual, se estiver no espaço do modelo, ele será exibido no final do caminho: modelo, caso contrário ele irá mostrar em nome da guia atual.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: ruta
  3. Selecione o texto a ser substituído pelo valor do caminho de desenho atual, se você não deseja substituir algum texto, pressione apenas entrar para exibir o caminho na linha de comando.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


17. Substitui um texto selecionado pela data atual por diferentes formatos de saída

Com a ajuda desta boa rotina, podemos substituir qualquer texto, com o valor da data atual.

O comando 8 fornece diferentes tipos de formatos para esta data, desde um tipo de data simples até um tipo de data de formato longo, onde o nome do dia da data atual é automaticamente programado com AutoLisp.

Você pode selecionar entidades tipo Texto y Mtext, estes serão substituídos automaticamente pela data atual com o formato selecionado, os formatos de data disponíveis são os mostrados na ilustração, cada um é identificado pelo seu número, o que servirá para escolher o formato quando solicitado na linha de comando do AutoCAD.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: RF
  3. Indique pelo número 1 para 8, o formato de saída da data, você pode inserir o ponto de interrogação (?), para exibir os formatos de data disponíveis
  4. Selecione os textos que deseja substituir com a data com o formato selecionado
  5. Pressione a tecla entrar para encerrar o comando e atualizar os textos selecionados

Você pode pegar a rotina Clique aqui


18. LISP DE ROTINA INVENÇÃO OU TRANSPOSIÇÃO DE TEXTOS SELECIONADOS

Às vezes, queremos inverter os valores de dois textos, por exemplo, que o texto com o número 1346 se torna 1111 e vice-versa, esta rotina nos permite transpor os valores dos textos que são selecionados.

Para alcançar esse resultado, basta indicar os dois textos, um após o outro.

Faça o seguinte para usar essa rotina.

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: tra
  3. Selecione os dois textos a serem transpostos.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


19. ROTINA SUBSTITUIÇÃO DO CONTEÚDO DE UM TEXTO PELO PONTO DO PONTO INDICADO

Esse novo comando obtém o valor da cota (coordenada Y) de um determinado ponto e o define como o conteúdo do texto selecionado.

Esta rotina é muito útil, por exemplo, quando se trabalha com perfis de terreno e queremos obter a altura de um vértice e configurá-lo em um dos textos que indicam a dimensão do terreno, também pode ser usado ao trabalhar com secções transversais de terreno e é desejável obter o valor da dimensão no eixo da seção e estabelecê-lo em um texto que indique esse valor da cota.

Neste comando, você pode indicar qual escala terá a dimensão a ser definida no texto, não é a altura do texto selecionado, mas a escala que tem o perfil ou a seção a indicar, se o seu perfil, por exemplo, for escalado vezes 10 na vertical, você deve configurar o comando 10 NC como escala, de modo que o comando faça a divisão correspondente e defina o valor apropriado no texto selecionado.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: NC
  3. Indica a escala das cotas
  4. Digite o número de casas decimais que o texto terá com a dimensão dada (3 por padrão)
  5. Indica o ponto a partir do qual você deseja obter o
  6. Selecione o texto que será substituído pelo valor da cota obtida ou, se desejar, pode pressionar a tecla entrar para exibir apenas a cota obtida sem substituir qualquer texto

Você pode pegar a rotina Clique aqui


20. TEXTOS SUBSTITUIÇÃO rotina para o Progressivo e outro com COTA indicada adicionando um prefixo ou sufixo

Este comando permite que você obtenha os valores progressivos e de dimensão (valores X e Y) de um determinado ponto e configure-os nos textos 2 selecionados.

Além de cada texto, você adiciona um prefixo ou um sufixo, por exemplo, se um prefixo é indicado para a dimensão (coordenada Y) igual a «CT =»Quando o texto dimensão é seleccionado, o comando irá actualizar o texto seleccionado pelo valor do limite obtido, mas o prefixo indicado, por exemplo, "CT = 236.42" quando o texto da progressiva é seleccionado, esta será actualizada com valor da coordenada X obtida mais o sufixo «0 +», por exemplo «0 + 10.0».

Este comando vem com os prefixos para as dimensões progressivas e já definidas ("0 +" e "CT =") e só pode ser alterado modificando o código-fonte, além disso, esse comando pode ser modificado se desejado, de modo que um prefixo e um sufixo sejam adicionados ao mesmo tempo nos textos.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: PC
  3. Indica o ponto a partir do qual os valores do progresivo (coordenada X) e a coordenada (coordenada Y)
  4. Selecione o texto progressivo
  5. Selecione o texto de dimensão

Os valores dos textos serão atualizados com os dados obtidos

Você pode pegar a rotina Clique aqui


21. AUTOLISP DE ROTINA PARA ESTABELECER UM COTA ESPECÍFICO EM UM PONTO INDICADO

Esta é uma rotina feita no Autolisp que nos permite definir um valor de dimensão (coordenada Y) em um determinado ponto.

Este comando solicita dados (pontos e valores) e executa operações para obter o valor final a ser configurado na coordenada Y do ponto indicado (altera o valor da coordenada do UCS (Universal Coordinate System) em um ponto indicado pelo valor inserido ).

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo no AutoCAD usando o comando APPLOAD ou copiando o arquivo e colando-o no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: OS
  3. Quando solicitado a indicar o ponto de cota, você deve indicar um ponto na tela (o ponto no qual você deseja definir uma determinada dimensão).
  4. O comando solicitará que você insira o valor da cota para definir ou selecionar um texto:
  5. Aqui você deve inserir o valor da dimensão que deseja ter a coordenada Y no ponto indicado, você pode inserir um valor ou pode selecionar um texto que contenha o valor da dimensão, o comando receberá apenas o valor numérico caso o também tem alguma descrição.

Para verificar se a dimensão introduzida foi estabelecida no ponto indicado, execute o ID do comando, indique o ponto e observe na linha de comando que o valor da coordenada Y está agora com o valor inserido.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


22. AREASX: LISP DE ROTINA PARA ENCONTRAR ÁREAS POR CONTOURS

Este comando permite que você encontre áreas que indiquem um ponto interno entre objetos ou selecionando contornos fechados, este comando mostra a área obtida ou, de outra forma, o configura em um texto selecionado.

O comando Axe tem as seguintes opções:

Pedidos iniciais:
Digite um ponto interno na área ou [Selecionar objeto / Opções] <fim>:

Aqui você deve indicar os pontos internos a partir dos quais a área será obtida, as outras opções são descritas abaixo:

Selecione o objeto: Em vez de especificar pontos internos para encontrar ar, você pode selecionar polígonos fechados para encontrar sua área.

Opções: Essa opção carrega a caixa de diálogo Opções do comando, a caixa de diálogo é a seguinte:

Cada opção é descrita abaixo:

Número de decimais: O número de decimais que a área terá (2 por padrão).
Altura do texto a ser inserido: se você decidir inserir um texto com a área obtida, aqui está configurado a altura que terá o referido texto.

Conversões de áreas: Esta opção permite operações com áreas valores encontrados, cada área irá adicionar, subtrair, multiplicar ou dividir por um fator que deve ser especificado na parte inferior desta opção.
O comando mostra se a conversão está ativa e qual das operações é executada e com qual valor a conversão prosseguirá.

Esta opção permite personalizar as áreas quando o desenho está em diferentes escalas ou em outras unidades de desenho.

Aplicar sombreamento: Esta opção permite que cada área indicada seja sombreada para ter uma visão melhor da área que está sendo encontrada, permitindo verificar se ela está correta (Ativado por padrão).
Nome do sombreamento: Aqui você deve indicar o nome do sombreamento a ser aplicado nas áreas indicadas (padrão sólido).

(Shading) Escala: Aqui, o fator de escala do sombreamento é indicado, esse fator é variável de acordo com o tipo de sombreado selecionado.

Cor (sombreamento): A cor que terá o sombreamento aplicado nas áreas indicadas.

Finalizando o sombreamento: As opções abaixo aplicam-se quando o aplicativo de comando for encerrado.

Mantenha os contornos: Se ativado, os contornos gerados não serão excluídos.

Guarda o sombreamento: Se ativado, os sombreados gerados não serão excluídos.

Solicitações finais:
Indique um ponto interno na área ou [Selecionar objeto / Inserir área de texto / Opções] <mudar texto>:

Inserir área de texto: Esta opção permite inserir um texto com a área obtida em vez de selecionar um para substituí-lo. O texto com a área encontrada é prefixado por padrão: »Área =», este prefixo pode ser modificado no código do programa.

Alterar texto: Esta opção é ativada quando a tecla Enter for pressionado ou o botão direito do mouse é pressionado, o que irá solicitar que um texto, por exemplo, se você tem um texto com o seguinte conteúdo é selecionado: "AC = 0.00m2" e usando o comando encontrou uma área de 3.25, o comando substituirá o texto por "AC = 3.25m2". Como você pode ver, AX, substitui apenas os valores numéricos do texto para substituir, de modo que você pode ter textos de ar com diferentes prefixos, por exemplo, "AR = 0.00m2", "AM = 0.00m2", "Área Cut = 0.00m2 »,« Minha área = 0.00m2 », etc.

Esboços válidos e inválidos:

Esboço válido

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: AX
  3. Indique um ponto interno na área que deseja encontrar (você deve ter certeza de que a área a ser encontrada deve estar completamente fechada, caso contrário o comando exibirá uma mensagem de erro).
  4. Indique os pontos internos quantas vezes você precisar, o comando irá raiva, acumulando (somando) todos os ar encontrados.
  5. Pressione Enter ou clique com o botão direito do mouse para encerrar o comando e definir a área em um texto existente.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


Selecionando Objetos


23. Selecione todas as entidades da camada do objeto selecionado

Esta pequena rotina faz o mesmo que a anterior, a diferença é que o nome da camada não é inserido aqui para selecionar os objetos, mas uma entidade é selecionada a partir da qual você deseja obter o nome da camada.

Como na rotina anterior, a seleção de entidades não é visível, mas existe como um conjunto de entidades selecionadas, então o modo de seleção deve ser indicado «anterior»Para selecionar objetos.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: ssl
  3. Selecione o objeto que deseja obter o nome da camada para selecionar as outras entidades
  4. Tornar a seleção de entidades efetiva por meio do modo preditivo

Você pode pegar a rotina Clique aqui


24. Remover objetos internos ou externos de uma polilinha selecionada

Usando esta rotina, você pode excluir os objetos que estão na área interna ou externa de uma polilinha selecionada, se a opção for indicada, os objetos que são interceptados pela polilinha serão cortados pelo lado indicado.

Quando se trata de remover objetos fora da polilinha, cuidado especial deve ser tomado como Este comando exclui todos os objetos fora da polilinha.

A polilinha para selecionar deve ser uma polilinha fechada, caso contrário a rotina junta o último ponto do segmento com o primeiro, fechando-se por meio de uma linha imaginária da polilinha e eliminando tudo o que está dentro ou fora dessa linha.

A opção corta como é lógica, só funciona com objetos que podem ser cortados manualmente, como por exemplo, linhas, círculos, arcos, etc., os blocos e outros objetos compostos não entram dentro desses objetos que podem ser aparados.

Com o ceceio um arquivo de amostra está anexado de modo que os testes correspondentes sejam feitos antes de usar o comando em arquivos finais.

Para usar a rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: PolErase
  3. Selecione polilinha que servirá como uma vantagem para delimitar os objetos a serem eliminados.
  4. Escolha um opção de exclusão de objetos, você pode escolher a opção: Janela (ele apenas exclui objetos que estão totalmente fora ou dentro dessa janela), captura (remove objetos que são mesmo interceptados pela borda da polilinha), apagar e colher (como o nome indica, ele irá apagar os objetos que estão dentro ou fora da polilinha e aparar os objetos que são interceptados pela borda.
  5. Indica um ponto em que lado (interno / externo) irá apagar ou cortar objetos.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


25. Permite selecionar todas as entidades da camada inserida

É uma rotina lisp que permite que você selecione todas as entidades que estão na camada indicada, não distingue a cor ou outra propriedade que possa ter a entidade.

Esta rotina não é sensível a maiúsculas de minúsculas no momento de inserir o nome da camada, para que você possa entrar de qualquer maneira, apenas que está bem escrito.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: sca
  3. Digite o nome da camada dos objetos que deseja selecionar
  4. Tornar a seleção de entidades efetiva através da previuos

Você pode pegar a rotina Clique aqui


26. Copie o conteúdo de um texto para outro texto

É uma rotina feita com a linguagem de programação autolisp, permite copiar o conteúdo de um texto selecionado e definir esse valor em um segundo texto a ser selecionado.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:
  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD, usando o comado Appload ou simplesmente copiando o arquivo e colando-o no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: RT
  3. Selecione o texto, do qual deseja obter o valor.
  4. Selecione o texto, que deseja substituir com o valor obtido anteriormente.

Como você pode ver, a rotina é simples, mas é muito útil quando se trata de edição de texto.

Deve notar-se que o idioma usado nesta rotina é claramente AutoLisp, em uma nova entrada publicaremos o mesmo comando, mas escrito no VisualLisp, no qual observaremos que o tamanho da estrutura é ainda mais reduzido.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


27. Alterar o número decimal de um texto sem perder o valor original

Esta rotina lisp permite que você altere o número de decimais dos textos selecionados sem perder o número original de decimais, com que você pode exibir um número, por exemplo, com decimais 2, mas internamente terá uma nova propriedade com o valor originalmente definido.

Esta nova propriedade só pode ser acessada por este comando, uma vez que não está listado na caixa de diálogo Propriedades.

O lisp permite que você altere o número de decimais ou obtenha o número original de um texto formatado anteriormente com esta rotina, então você sabe quantos decimais você teve originalmente se você quiser redefinir os valores originais.

Vale ressaltar que esses valores originais permanecem mesmo que o arquivo ou o AutoCAD tenha sido fechado, então você tem a segurança de que os dados originais de seus valores sempre estarão lá, mesmo apesar de restaurar os valores originais para os textos.

Este novo comando poderia ser comparado com a ação de para alterar decimais de Excel, mas a única observação é que esta propriedade é interna e como dissemos anteriormente A janela Propriedades não está pronta para exibir a data estendida das entidades.

Deve ser dada especial atenção a os textos selecionados são textos numéricos, isto é, eles contêm apenas números, pois senão seu valor será convertido em0.00".

Para usar a rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: AREDE
  3. Escolha uma das opções que deseja executar
  4. Selecione os textos (numéricos) nos quais deseja executar a operação

Você pode pegar a rotina Clique aqui


28. Alinhar vários textos com base no primeiro selecionado

Rotina desenvolvida com o AutoLisp que nos permite alinhar vários textos com base no primeiro selecionado.

O programa permite alinhar os textos verticalmente (colunas) ou horizontais (linhas), para isso você só precisa selecionar o primeiro, que servirá de base para alinhar os outros textos.
Deve-se notar que o ponto tomado como base para alinhar os textos é o ponto de inserção, se todos os textos tiverem a justificação "Esquerda" como um ponto de inserção, todos estarão alinhados em relação a este ponto e serão um alinhamento uniforme. Se os textos tiverem justificativas diferentes, todos estarão alinhados em relação ao seu ponto de inserção, o que fará com que o alinhamento dos textos não seja uniforme.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: Alit
  3. Selecione o texto básico a partir do qual o eixo de alinhamento será obtido
  1. Selecione os textos para alinhar
  1. Feito, os textos foram alinhados com base no primeiro selecionado

Você pode pegar a rotina Clique aqui


29. Copie a altura de um texto e defina-o para outros textos selecionados

Essa rotina criada em AutoLisp copia a altura de um texto selecionado e estabelece-a nos textos que são selecionados mais tarde, alterando a altura que eles tiveram.

Por exemplo, se você tem textos 3, o primeiro tem uma altura de 3 e os dois seguintes têm uma altura de 6 e você quer que os outros dois também têm uma altura de 3 em vez de 6, apenas primeiro selecione o texto cuja altura tem 3 e, em seguida, os textos com altura 6.

Faça o seguinte para usar essa rotina.

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: CA
  3. Selecione o texto cuja altura é a que deseja copiar ou configurar.
  4. Selecione os textos que deseja alterar a altura para o primeiro selecionado

Você pode pegar a rotina Clique aqui


30. Selecione um texto e defina o valor obtido no atributo de um bloco

Este programa criado em Autolisp e Visual Lisp, permite selecionar um texto, copiar o valor do conteúdo e configurá-lo (atualização) em um atributo que faz parte de um bloco.

Ou seja, se queremos atualizar um atributo de qualquer bloco, para um texto existente, basta selecionar primeiro o texto e depois o atributo e será atualizado de acordo com o valor do texto selecionado.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: cta
  3. Seleciona o texto que contém o valor a ser copiado.
  1. e, finalmente, selecione o atributo para alterar a medida
  1. O resultado é mostrado abaixo:

Como podemos ver, esse comando é muito útil se quisermos atualizar um valor de um atributo de um texto específico.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


31. Altere a altura dos textos de acordo com uma porcentagem inserida

Essa rotina gerada no AutoLisp nos permite modificar as alturas dos textos selecionados alterando-os de acordo com uma porcentagem inserida.

Por exemplo, se você tiver dois textos, um com altura 0.5 e outro com uma altura de 1.00 e inserindo uma porcentagem de 1.5, as alturas dos textos serão alteradas pelo seguinte: 0.75 e 1.5, respectivamente.

Esta rotina é muito útil quando é necessário fazer mudanças nas alturas de muitos textos com diferentes alturas.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: ch
  3. Digite a porcentagem que altera a altura dos textos, por exemplo: se você inserir 0.5, todos os textos serão reduzidos pela metade, e se você entrar no 2, todos os textos aumentarão para dobrar
  4. Selecione os textos que deseja modificar

Você pode pegar a rotina Clique aqui


32. LISP DE ROTINA PARA ELIMINAR O CONTEÚDO DE UM ATRIBUTO DE UM BLOCO

Quando você tem um bloco com muitos atributos, é muito tedioso ter que excluir o conteúdo de muitos deles, geralmente, clique duas vezes no atributo selecionado, espere que ele carregue a caixa de diálogo e proceda para excluir o conteúdo.

Para evitar esse trabalho tedioso, esta pequena rotina irá aliviar você um pouco do tempo que você gastou na execução da tarefa descrita acima. Com este comando, você só precisa selecionar os atributos que deseja excluir do conteúdo.

Você deve verificar se os textos que estão no bloco são atributos (às vezes confundidos entre eles), para que a rotina funcione corretamente. Mente, este comando apenas exclui o conteúdo do atributo, mas não o próprio atributo do bloco.

Para usar a rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: BCA
  3. Selecione os atributos do bloco a partir do qual você deseja excluir seus conteúdos.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


33. ROTINA NO VISUAL LISP COPIANDO O CONTEÚDO DE UM TEXTO E ESTABELECENDO-O PARA TODOS OS TEXTOS SELECIONADOS

Há algum tempo eu compartilhei com você uma rotina que copiou o valor de um texto e estabeleceu-o para outro texto selecionado, desta vez essa rotina permitirá que você obtenha o valor de um texto selecionado e o estabeleça em vários textos que você selecionou.

O uso deste novo comando é muito simples, basta selecionar o texto de onde você deseja copiar o valor e, em seguida, você deve selecionar todos os textos que deseja substituir com este novo valor.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: RTN
  3. Selecione o texto fonte do valor a ser copiado
  4. Selecione os textos que serão substituídos por este novo valor
  5. Pressione a tecla Enter para encerrar o comando e atualizar os textos com o novo valor

Você pode pegar a rotina Clique aqui


34. ROTINA NO AUTOLISP QUE AUMENTA OU PROGRESSIVA REDUZA A ALTURA DOS TEXTOS

É um lisp que contém dois comandos: Aumentar e Reduzir, esses comandos permitem modificar a altura do texto selecionado, aumentando-o ou reduzindo o tamanho de acordo com o comando escolhido.

A mudança de tamanho é feita para cada clique feito no texto e é feito de acordo com um fator indicado no código-fonte do lisp, esse fator é 1.2. A altura inicial do texto é multiplicada por 1.2 cada vez que você clicar nele ou dividi-lo entre 1.2, dependendo do comando que você escolheu.

Para obter mais informações sobre o quão alto o texto é cada vez que o texto é clicado, a rotina exibe a altura resultante para cada alteração de altura feita no texto.

Este comando é muito útil quando você deseja aumentar ou reduzir alturas de textos na proporção, sem ter que ter uma altura final específica, apenas visual.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: AU (para aumentar) | RE (para reduzir)
  3. Clique no texto para aumentar ou reduzir o tamanho quantas vezes você considerar necessário
  4. Pressione a tecla Enter para finalizar o comando

Você pode pegar a rotina Clique aqui


35. ROITINE LISP OBTIDANDO MEDIÇÕES DE DIMENSÕES SELECIONADAS

A seguinte rotina permite que você obtenha medições de dimensão (dimensionadas), os valores obtidos são exibidos na tela, que você pode copiar e colar, por exemplo, no Microsoft Excel e cada valor será colado em uma linha separada.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: DimX
  3. Digite o número de decimais das medidas a serem tomadas (3 por padrão)
  4. Selecione as dimensões para obter suas medidas
  5. Pressione Enter para finalizar a seleção e exibir na tela os valores obtidos

Você pode pegar a rotina Clique aqui


36. ROTINA EM VISUALLISP QUE AUMENTA O VALOR DOS NÚMEROS DE ACORDO COM UM FATOR

A rotina no VisualLisp permite aumentar o valor dos números dos textos selecionados. Esta rotina gerada no VisualLisp permite aumentar o valor dos números dos textos selecionados (um por um) de acordo com um fator de aumento indicado.

Se o valor indicado for um número negativo, os valores subsequentes serão uma diminuição do valor inicial.

Por exemplo, se o valor inicial for o número 1 e um valor de incremento de 1 for inserido, os números selecionados subsequentes serão incrementados por uma unidade, o próximo 2, o próximo 3 e assim por diante.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: inc
  3. Selecione o texto com o valor inicial
  4. Insira o incremento
  5. Selecione um a um todos os textos que deseja substituir
  6. Pressione a tecla Enter para finalizar o comando

Você pode pegar a rotina Clique aqui


Lisp para topografia e 3D


37. Converter entidades 3DFace em sólidos ACIS

Há algum tempo eu recebi essa interessante rotina de lisp e, embora ultimamente não usei, cada vez que eu precisava disso me ajudou enormemente com os cálculos de volume, isso é um complemento nos momentos em que o 3D civil não me dá os resultados que eu preciso .

É uma rotina na qual selecionando objetos 3Dface, extrudindo-os e convertendo-os em um único objeto 3D Solid, seu uso é simples e simplesmente selecione os objetos e a rotina fará todo o trabalho.

Para uma maior apreciação das mudanças que a rotina faz nos objetos, você precisa ter uma visão 3D, caso contrário, em vista da planta, não serão observadas as alturas criadas no 3D Sólido, devido a que o sólido é criado pela projeção de cada face selecionada, verticalmente "para baixo" do eixo z atual, a um plano e a uma distância especificada pelo usuário.

Para garantir que todas as partes da malha sejam geradas como sólidos, Essa distância não pode ser zero, mas o sólido pode ser cortado mais tarde, se necessário, para a espessura necessária, com operações booleanas ou operações de edição de sólidos. O sólido resultante é criado na camada atual.

Se, no final da união dos pequenos sólidos, a operação pára ou trava devido a limitações de memória Você pode tentar juntá-los manualmente.

Observações a considerar:

Se as faces adjacentes não tiverem coordenadas idênticas, haverá lacunas ou sobreposições muito pequenas entre os sólidos derivados deles, o que pode ser porque o AutoCAD não pode juntar os sólidos, mostrando as seguintes mensagens:

  • «Contenção inconsistente da curva de interseção.»
  • "Informações inconsistentes nas coordenadas do vértice e do coedge."
  • «Relacionamentos inconsistentes face-face»
  • «Relações inconsistentes face-corpo»
    Se os problemas persistirem ao gerar o sólido, você deve copiar uma pequena distância e, em seguida, mesclar as cópias com o original para tentar preencher todas as lacunas na superfície 3DFace e tentar novamente até resolver o problema.

Para usar a rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: F2S
  3. Selecione o 3D para converter em um sólido
  4. Digite a altura (para baixo) que o sólido terá de cada vértice do 3DF
  5. Digite o caminho para gerar o sólido: Automático ou Manual

Você pode pegar a rotina Clique aqui


38. Insere dimensões em linhas de contorno a partir de sua elevação

Em várias ocasiões, você descobriu que você tem curvas de nível em um arquivo, mas estas não têm sua cota, por meio desta rotina, você pode inserir dimensões na curva de nível topográfico que deseja.

As dimensões a serem inseridas são blocos com atributos, esses blocos são criados em um desenho em milímetros. Para que você possa usar este chisp sem problemas, você terá que usar o comando «UNIDADES»(Unidades) definem as unidades do conteúdo a ser inserido em«Milímetros»(Milímetros).

Vale ressaltar que, para que esta rotina insira a dimensão correta para os contornos, eles devem ter uma elevação (coordenada z> 0), uma vez que a dimensão é obtida a partir do ponto indicado em uma curva de nível , se as curvas de nível tiverem elevação 0 (coordenada z = 0), ou seja, sem elevação, a rotina irá inserir um texto com esse valor.

A escala solicitado pela rotina se refere à escala que vai ser plotado o desenho, é um valor de texto de dimensão tamanho de referência a ser inserido, você pode ser testado por aumentar ou diminuir esse valor até que a dimensão é inserido com tamanho do texto que você quer.

Esta rotina possui anexos 2: EL_TAG.dwg y EL_TAG2.dwg, são os blocos com atributos explicados acima, esses arquivos podem ser copiados em qualquer lugar, embora seja recomendado que eles estejam na mesma pasta que a rotina.

Para que o AutoCAD carregue esses arquivos, você deve definir o caminho da localização do AutoCAD na caixa de diálogo Opções-> Support Files Search Path.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: CPE
  3. Indica um ponto acima da linha da curva de nível e no lugar que deseja que a dimensão seja inserida
  4. Indica outro ponto para definir a rotação que terá a dimensão a inserir
  5. Você pode continuar inserindo mais dimensões indicadas no seu ponto de inserção, se você não deseja inserir mais dimensões, pressione a tecla Enter para terminar o comando

Você pode pegar a rotina Clique aqui


39. Desenhe as linhas de corte ou preenchimento de pistas

Esta rotina desenha as linhas das encostas de corte ou preenchimento, essas linhas de declive são necessárias para indicar ou representar a desigualdade entre as plataformas.

Para gerar a linha de inclinação com esta rotina, os dados 6 devem ser inseridos, o que permitirá que as linhas de inclinação sejam geradas conforme o esperado.

A seguir estão os dados solicitados:

  1. Distância entre as linhas de inclinação (m): Aqui você deve inserir a separação entre cada linha de inclinação.
  2. Selecione a polilinha da maior dimensão: Como a inclinação é uma diferença entre duas linhas de bordas, aqui deve ser indicado que a polilinha é a uma da maior dimensão.
  3. Selecione a polilinha da menor dimensão: Da mesma forma que a polilinha da menor dimensão deve ser indicada.
  4. Cortar ou preencher? <R>: A direção do desenho do início das linhas de inclinação dependerá se é um recorte ou um preenchimento, por padrão ao pressionar a tecla Enter, ele será considerado como o valor de preenchimento "R".
  5. Comprimento máximo da linha de inclinação: Se a medida for menor do que a distância ao pé da inclinação, observa-se que a linha não se interseca com a linha da inclinação, se se desejar que a inclinação o pé de inclinação principal atinge a intersecção com a linha de borda do pé da inclinação, deve ser indicado um valor maior como 200 ou 500.
  6. Distância entre calçadas: É a separação que as calçadas terão.

Você pode observar os seguintes gráficos para uma maior compreensão das definições:

Aqui, foi indicado um comprimento máximo para a linha de inclinação de 5m.
Aqui, foi indicado um comprimento máximo para a linha de inclinação de 200m (o valor exato não é importante apenas para dar um valor exagerado para que, quando ele cruza com a linha de borda do pé da inclinação, ele seja cortado automaticamente).

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Você deve ter como atual a camada que irá conter as linhas das pistas para gerar, por exemplo: «Linhas de declive".
  2. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  3. Digite o nome do comando: tique
  4. Insira os dados solicitados pelo comando.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


40. Desenhe uma linha com uma inclinação indicada

Esta rotina permite desenhar uma linha com a inclinação que você indica, apenas indique o ponto de inserção da linha e a inclinação que terá.

A inclinação é indicada por um valor em relação ao 1, por exemplo: se você deseja desenhar uma linha com uma inclinação de 2: 1, apenas o número 2 deve ser indicado como inclinação para a linha, se a inclinação a ser obtida é 1: 1.333, você deve inserir 0.75.

Para esclarecimentos adicionais, se você deseja obter encostas com o valor de 1 primeiro (1: x), você deve dividir o número 1 entre a inclinação complementar (x).

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: DT
  3. Indica o ponto de inserção da linha
  4. Digite a inclinação que terá a linha conforme explicado acima

Você pode pegar a rotina Clique aqui


41. Desenhe uma linha com um declive indicado

Com esta rotina simples você pode desenhar uma linha com a inclinação que você indica, para isso basta indicar o ponto de inserção da linha e a inclinação que ela terá.

A linha é gerada com um comprimento horizontal de unidades 10 e um comprimento vertical do valor da inclinação indicada entre 10.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: LP
  3. Indica o ponto de inserção da linha
  4. Digite a inclinação que terá a linha em porcentagem (ejm: 12), sem o sinal de porcentagem

Você pode pegar a rotina Clique aqui


42. Calcular as áreas de corte e preenchimento das seções transversais

Com esta rotina de lisp, você pode encontrar as áreas de corte e preenchimento de uma seção transversal que possui uma linha de Terreno Natural e uma linha de pastejo (seção da estrada final).

Com esta rotina de lisp, você pode encontrar as áreas de corte e preenchimento de uma seção transversal que possui uma linha de Terreno Natural e uma linha de pastejo (seção da estrada final).

Para que este consiga encontrar as áreas, você deve fazer a seleção das polilinhas do terreno e do pasto e o comando solicitará um ponto para inserir os textos das áreas correspondentes encontradas.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: ÁREAS
  3. Selecione a polilinha do caminho original (Natural Terrain)
  4. Seleciona a polilínea da estrada (Rim ou Sub-Slider)
  5. Indique um ponto para inserir os textos das áreas obtidas

Um arquivo CAD de exemplo também está incluído no arquivo .rar para compactação adicional da rotina.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


43. Inserir as inclinações de um perfil longitudinal

Esta rotina permite inserir as pistas de um perfil longitudinal (polilinha ou linha) na guitarra. Basta selecionar o perfil (a polilinha) e indicar um ponto que corresponda à localização vertical dos textos que indicam as encostas.

Se for uma linha, o comando calcula apenas os pontos finais, encontrando a inclinação, no caso de uma polilinha, a rotina obtém cada vértice inicial e final e calcula a inclinação entre eles de todos os segmentos da polilinha.

O texto que indica a inclinação obtida é do tipo, por exemplo: «P = 1.11% em 10.49 m»E como você sabe, esse formato pode ser modificado para se adaptar ao modo de trabalho de cada um de vocês.

Como na rotina anterior, o estilo de texto atual não deve contemplar uma altura, se um erro for gerado e as pistas não serão inseridas.

A escala indicada no início da rotina é apenas para os tamanhos dos textos e não influencia as medidas tomadas para processar as encostas.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: PNF
  3. Insira a escala para que os textos das encostas obtidas sejam inseridos
  4. Selecione o perfil para calcular as inclinações
  5. indica um ponto de referência para inserir os textos com as pistas

Você pode pegar a rotina Clique aqui


44. Inserir uma marca nos vértices de uma polilinha

Esta rotina de lisp é uma adaptação da anterior e permite que você insira uma marca em todos os vértices da polilinha que você seleciona, basta selecioná-la.

A marca inserida é um arquivo de desenho (bloco) gerado para uma escala específica, mas é totalmente customizável, pode ser editado como qualquer desenho, ele deve respeitar o ponto central dele (neste caso, o centro do círculo do bloco ).

No código-fonte do arquivo, você pode optar por inserir um círculo em vez do bloco, pois você só precisa remover os comentários da linha que contém esse código e comente a linha que insere o bloco.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: IMA
  3. Selecione a polilinha que deseja marcar seus vértices
  4. Indica o caminho e o nome do arquivo a ser exportado

Você pode pegar a rotina Clique aqui


45. Obter o declive de uma linha selecionada

Este programa desenvolvido no AutoLisp, permite obter o valor da inclinação de uma linha selecionada.

Deve-se notar que este comando só funciona com linhas, se você tiver uma polilinha deve explodir ou gerar uma linha acima da polilinha.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: TL
  3. Selecione a linha a partir da qual você deseja obter a inclinação.
  4. A informação obtida é a inclinação H: V.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


46. ROTINAS DE PACK 3 PARA PAREDES DE CONTABILIDADE - PARTE 3: CRIANDO O PERFIL DAS SECÇÕES DE UMA PAREDE

Por meio desta rotina, você poderá gerar o perfil (elevação) de um muro de contenção, este perfil pode ser feito a partir dos dados das secções transversais das paredes, esses dados são: Progressivo, Dimensão da Coroa e Dimensão da Fundação.

Os dados da escala solicitados pelo comando, não se refere à escala vertical do perfil (o perfil é gerado com escala vertical igual à horizontal) mas o tamanho da escala para os textos do perfil (dimensões e outros dados).

Para gerar o perfil, basta primeiro selecionar a progressão da seção, depois a altura da coroa e, finalmente, a altura da base.

Você deve ter especial cuidado na seleção dos dados já que, se você não selecionar um texto e clicar na tela, o comando o fará à medida que você tiver concluído a seleção de dados para gerar o perfil.

Junto com a rotina é fornecido um arquivo CAD, com seções transversais da parede, como exemplo para colocar em prática a rotina lisp.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: MUP
  3. Digite a escala (tamanho) dos textos do perfil (exemplo: 75)
  4. Selecione o texto progressivo
  5. Seleciona o texto da dimensão da coroa
  6. Seleciona o texto da parte inferior da base
  7. Depois de completar a seleção em todas as seções da parede, pressione entrar e indica um ponto no qual a parte superior esquerda da coroa do perfil de parede será gerada.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


47. ROTINAS DE PACK DE 3 PARA PAREDES DE CONTABILIDADE - PARTE 2: TAMANHO (CONTADO) DA SEÇÃO DE UMA PAREDE

Esta rotina permite dimensionar (dimensionar) uma seção de parede gerada com a rotina previamente publicada (uma vez que possui o mesmo critério de design), o resultado seria como a seguinte imagem (as medidas variam de acordo com as dimensões da parede).

Esta rotina pede a escala para as dimensões que serão geradas, esta escala refere-se apenas à separação entre as linhas das dimensões, o tamanho e a forma das dimensões dependem exclusivamente do estilo de dimensão atual e isso deve ser previamente gerado pelo usuário para a escala em operação.

Para gerar as encostas, proceda como na rotina anterior para a geração da parede, um ponto é indicado no ombro da seção da estrada, no lado onde a parede é necessária e a altura por meio da opção de indicar um ponto na parte inferior da base do muro.

Vale ressaltar que essa rotina limita apenas uma seção da parede gerada com a rotina do post anterior, uma vez que usa os mesmos critérios de desenho da seção da parede, Você pode modificar no código as operações que calculam os pontos no caso de você querer aplicar para outro tipo de parede.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: MUD
  3. Digite a escala para separações entre linhas de dimensão
  4. Indica um ponto de referência (P1 da imagem) na parede
  5. Indica a direção da parede (esquerda ou direita)
  6. Indica um ponto na parte inferior da seção da parede (P2 da imagem)

Você pode pegar a rotina Clique aqui


48. PACK DE 3 ROUTINES PARA PAREDES DE CONTENÇÃO - PARTE 1: CRIAÇÃO DA SEÇÃO DE UMA PAREDE

Esta rotina é a primeira de 3 que permite gerar paredes de contenção do tipo de gravidade, há algum tempo também compartilhamos com você uma rotina que gerou uma parede de contenção, desta vez a rotina gera uma parede com design diferente (medidas).

É lembrar que as obras de arte de uma estrada (paredes, cais, etc.), nem sempre são de design igual para cada trabalho, este design é em função de muitos fatores da mesma área em que os constrói.

Esta rotina permite gerar um muro de contenção com os seguintes critérios de projeto:

Para gerá-lo, você deve indicar o ombro da inclinação da seção da estrada, no lado onde a parede é necessária, Com o lisp você pode gerar a parede em qualquer lugar, para isso basta indicar o significado (esquerda ou direita).

Em relação à altura, isso é definido usando as opções 2, a primeira é uma altura definida (H) e a segunda opção é defini-la por uma dimensão do fundo da base da parede, esta altura pode ser indicada por um ponto na tela, o programa é responsável por calcular a altura e todas as outras medidas a partir dele.

O programa está preparado para assumir os dois critérios de altura da parede: O primeiro critério é uma parede com altura constante, onde a base da base não é horizontal e O segundo critério (o mais usado) é que a altura da parede é variável, onde a base da base é horizontal e não segue as encostas da estrada.

A maneira de usar este lisp dependerá de cada usuário e, para isso, a coisa mais conveniente é que primeiro você possa gerar planos de parede sem a ajuda de qualquer rotina, assim será muito mais fácil entender o uso correto deste lisp.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: MUS
  3. Indica um ponto no ombro do flanco do lado indicado
  4. Indica a direção da parede (esquerda ou direita)
  5. Escolha como você definirá a altura da parede (por altura ou altura da base)

Você pode pegar a rotina Clique aqui


49. AUTOLISP DE ROTINA PARA DESENHAR UMA PAREDE DE CONTENÇÃO

Esta rotina lisp permite que você desenhe um tipo de parede de gravidade para estradas, as medidas com as quais esta parede é desenhada neste lisp são sempre as mesmas (elas são constantes), a única medida que muda é a altura da parede.

Os pontos com os quais essa parede é gerada são gerados a partir das medidas de um determinado projeto de parede, se for desejado que com este lisp seja gerado paredes com medidas personalizadas, eles devem alterar as medidas que estão escritas dentro do programa .

Então você pode ver o seguinte gráfico, que contém os pontos com os quais a parede é gerada:

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: MU
  3. Indica o ponto de partida da geração da parede
  4. Indica a direção da parede (esquerda ou direita)
  5. Entre no alto da parede

Você pode pegar a rotina Clique aqui


50. ROTINA LISP PARA GERAR O PROGRESSIVO DE UM ALINHAMENTO

Esta rotina útil veio às minhas mãos há algum tempo e para aqueles que querem gerar alinhamentos simples sem a necessidade de gerar seções transversais ou perfis longitudinais do mesmo, podem aproveitar esta rotina.

A rotina possui uma interface de caixa de diálogo que permitem personalizar o formato final dos progressistas inserido no eixo.

Para usar a rotina, você deve ter uma polilinha (alinhamento) e siga as seguintes etapas:

  1. Copie os arquivos 3 baixados para um de caminhos de suporte do seu AutoCAD
  2. Carregar arquivo Lisp no AutoCAD (com APPLOAD).
  3. Digite o nome do comando: progressivo
  4. Na caixa de diálogo, defina o formato dos progressistas a serem gerados.
  5. Seleciona a polilinha (alinhamento) na qual esses progressistas serão gerados.
  6. Isso indica um ponto, que se tornará o ponto de partida da geração de progressistas.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


51. ROTINA DE GERAIS DE UM PERFIL LONGITUDINAL DE POLINIZAÇÕES DE TERRA E RUÍDO

Esta é uma das rotinas mais completas para gerar o formato de um perfil longitudinal. Ao selecionar apenas duas polilinhas 2D (o terreno e flush), a rotina gera o formato de um perfil com todos os dados que precisam ser exibidos.

Para que a geração deste perfil seja bem sucedida, as polilinhas a serem selecionadas devem ser possíveis em 2D, caso contrário, pode ocorrer um erro em sua operação.

Para usar esta rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Copie os arquivos 3 baixados em um dos seus caminhos de suporte do AutoCAD
  2. Carregar arquivo: perfis de perfil no AutoCAD (com APPLOAD).
  3. Digite o nome do comando: perfil
  4. Na caixa de diálogo exibida, clique no botão «Dados»E clique no«Terreno"E"Slope»Para selecionar polilinha de terra e vertical
  5. Se desejar, você pode definir outros dados na caixa de diálogo antes de criar o perfil (opcional)
  6. Indica o ponto de inserção topo do perfil para gerar

Você pode pegar a rotina Clique aqui


52. ROTINA EM VISUAL LISP PARA ADICIONAR AS MEDIDAS DO ARCOS DOS DESENHOS

Esta rotina permite adicionar as distâncias de todos os arcos do desenho ou apenas aqueles que você seleciona, mostrando os resultados da adição na linha de comandos.

Esta rotina permite adicionar as distâncias de todos os arcos do desenho ou apenas aqueles que você seleciona, mostrando os resultados da adição na linha de comandos.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: sumarque
  3. Selecione os arcos do desenho que deseja adicionar, se desejar selecionar todos os arcos, pressione a tecla entrar antes do pedido da seleção de arcos.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


OTROS


53. ROTINA LISP PARA IMPORTAÇÃO DO UCSS SALVADO EM OUTROS ARQUIVOS

Esta interessante rotina criada com AutoLisp e Visual Basic for Applications (VBA), permite que você importe UCSs salvos com um nome de qualquer arquivo secundário ao nosso desenho.

Esta ferramenta é muito útil Se você trabalha com aviões que lidam com muitos UCS, geralmente criamos o UCS em um primeiro arquivo e devemos fazer o mesmo para os outros arquivos, com essa rotina, basta criá-los no primeiro e podemos então importá-los para qualquer outro arquivo.

A rotina se comporta de forma semelhante à ferramenta Designcenter, exceto que não tem a opção de importar UCS de outros arquivos. No caso desta rotina embora não permita arrastar e soltar, os resultados são esperados.

Para usar a rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregar ou adicionar arquivos DVB e LSP para o Appload Startup Suite.
  2. Digite o nome do comando: IMPULSO
  3. Na área Desenho de Origem, clique no botão Selecionar, para escolher o arquivo de desenho do qual deseja importar o UCS.
  4. Na área Encontrados UCS, selecione o UCS para importar e clique no botão OK.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


54. ROTINA LISP QUE ELIMINA O VORTEX INDICADO DE UMA POLYLINE

Isso aconteceu com você que no AutoCAD você tem uma polilinha e deseja excluir um dos seus vértices e, para poder fazê-lo, você deve aplicar mais de dois comandos.

Com esta rotina apenas o suficiente para indicar qual vértice da polinea você deseja remover e arranjado o assunto.

Para que a rotina funcione corretamente, no ponto de indicar o ponto, Isso deve estar no vértice para eliminar e não um ponto próximo, para isso você deve ativar os modos de referência das entidades, como Endpoint ou Intersection.

Para usar a rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: evepol
  3. Selecione a polilinha a partir da qual você deseja excluir um vértice.
  4. Indica um ponto no vértice da polilinha que deseja excluir.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


55. ROTINA QUE EXPORTA O PONTO DE COORDENADAS DAS VITÓRIAS DE OBJETOS 3DFACE

Esta rotina escrita em Autolisp, é semelhante à anterior, a diferença é que desta vez, ela exporta as coordenadas dos vértices dos objetos 3Dface do AutoCAD, essas coordenadas são armazenadas em um arquivo CSV do Microsoft Excel, indicado para isso .

A exportação de pontos de vértice pode ajudá-lo muito no caso de ter uma triangulação com rosto 3D e você quer obter suas coordenadas para recriar seu arquivo de ponto de coordenadas.

As considerações também são os mesmos que na rotina anterior, no caso do 3Dface juntado pelos mesmos vértices, também se desejado, deve ser considerada a classifique as coordenadas e remova as que estão duplicadas.

As coordenadas exportadas têm a formato P, N, E, C (Ponto, Norte = Y, Oriente = X, Dimensão = Z) e como é exportado para um arquivo CSV (separado por vírgulas), ao abrir o arquivo, cada valor ocupará sua célula independente e de maneira ordenada.

Para usar a rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: E3D
  3. Selecione os objetos 3D dos quais você deseja exportar as coordenadas de seus vértices.
  4. Indica a localização eo nome do arquivo CSV onde as coordenadas exportadas serão geradas.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


56. ROTINA LISPAR PARA COPIAR ENTIDADES DE UM BLOCO EXTERNO OU REFERÊNCIA

Às vezes, é necessário copiar entidades, mas quando elas estão dentro de um bloco, o que normalmente fazemos é explorar esse bloco ou talvez usar o editor de blocos, para ter controle de entidades individualmente, selecionar e copiá-las .

Com esta rotina, você não precisará mais explorar blocos ou usar o editor de bloco para copiar qualquer entidade que esteja dentro dela, basta carregar esta rotina e selecionar as entidades a serem copiadas.

Novos objetos criados a partir da seleção aparece acima do originalPortanto se desejado Você deve selecioná-los e movê-los para a posição desejada.

Nesta rotina você pode escolher a opção de que novos objetos podem ser criados em outra camada, que é escolhido porque, por padrão, as novas entidades são criadas na camada atual.

Para usar a rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: CPL
  3. Selecione os recursos do bloco que deseja copiar.
  4. Se você quiser, você pode escolher alterar a camada em que os novos objetos são gerados.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


57. LISP DE ROTINA PARA TRANSFORMAR ARCOS DE POLÍNLINA EM SEGMENTOS LINEARES

Esta rotina permite transformar os arcos incluídos em uma polilinha em segmentos lineares, o comprimento de cada segmento será o que você especifica nas opções de comando. O lisp tira os dados dos vértices da polilinha selecionada, incluindo a geometria do arco e gera uma nova polilinha com os novos dados.

O comprimento de cada novo segmento no arco depende do valor inserido, deve ser menor do que o comprimento do arco menor da polilinha selecionada, o lisp dividirá o arco original em segmentos «n» até chegar ao seu comprimento original.

Opcionalmente você pode escolher manter a polilinha original, o que causará a criação de uma polilinha em cima dela - ou eliminá-la.

Esta rotina pode ser útil, por exemplo, no caso em que é necessário definir pontos ao longo de uma curva em um eixo de alinhamento horizontal ou vertical.

Para usar a rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: artose
  3. Selecione a polilinha a partir da qual deseja transformar segmentos curvos em segmentos lineares.
  4. Indique o comprimento de cada segmento que irá compor o novo "arco" linear.
  5. Escolha o que fazer com a polilinha original selecionada, se você optar por excluir, você só terá a polilinha com os segmentos curvos transformados em segmentos lineares.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


58. AUTOLISP ROUTINE INSERTING POINTES NAS DISTÂNCIAS ESPECIFICADAS EM UM EIXO

Com esta rotina, você poderá inserir em pontos de eixo selecionados (polilinha) com suas respectivas distâncias, os dados da inserção desses pontos, provenientes da digitalização manual de distâncias ou da leitura de um arquivo de distâncias (um arquivo de exemplo para uma melhor compreensão).

Esta rotina poderia ser usada, por exemplo no caso do eixo de uma estrada, em algumas ocasiões é necessário localizar um progresso exato no eixo (polilinha), como, por exemplo, o progressivo 23.76, você pode fazê-lo manualmente, mas você demora mais tempo, com essa rotina você só precisa selecionar o eixo, indicar a progressão inicial desse eixo (geralmente com o valor 0) e, em seguida, inserir a distância.

Se você tiver muitas distâncias para entrar no eixo, em vez de digitá-las Lisp fornece a opção de selecionar um arquivo de texto, dentro deste arquivo de texto serão as distâncias e o lisp os lerá um a um, inserindo-os por um ponto no eixo (polilinha).

O cecejo também permite que você altere o início do eixo uma vez que o início é determinado de acordo com o ponto de partida que gerou a polilinha, se o lisp começa a colocar as distâncias pelo ponto final que não é o desejado, use a opção: «Alterar o início do eixo".

Junto com a rotina é um arquivo CAD, com um eixo simples (polilinha), como um exemplo para implementar a rotina lisp.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: PP
  3. Escolha como deseja inserir progressistas: manualmente (1 × 1) ou lendo um arquivo de texto.
  4. Selecione o eixo da polilinha
  5. Insira a distância progressiva ou inicial do eixo (o padrão é 0)
  6. Digite o progresso ou a distância para encontrar (no caso de digitação manual, se uma leitura de arquivo foi escolhida, isso não é necessário)

Você pode pegar a rotina Clique aqui


59. LISPOS DE ROTINA QUE INSIRA AUTOMATICAMENTE AS COORDENADAS DO PERFIL DE ACORDO COM O ESPAÇO ESPECIFICADO

Com esta rotina feitos com AutoLISP e VisualLISP, você pode inserir cada 'n' metros dimensões de um polígono selecionado (terra natural ou de pastagem) no seu formato de perfil, as dimensões são inseridas com referência a um ponto indicado no formulário.

Neste comando você pode definir a escala do desenho, esta escala não se refere à escala vertical de um perfil, mas à escala dos textos das dimensões a serem inseridas, os textos de dimensão para uma escala 1: 500 serão maiores que os de uma escala 1: 50.

também você pode definir a escala vertical do seu perfil, esses dados são importantes porque controla os valores das dimensões, em um perfil de terreno natural dimensionado em 10 vezes seu tamanho na vertical terá os valores das dimensões também 10 vezes superiores ao tamanho real, então o comando deve para realizar as operações correspondentes para transformar os valores das cotas em reais.

Outro valor para entrar e aquele que define esse comando, é a distância na qual as dimensões serão inseridas, o valor padrão que esta rotina traz é 10, o que significa que as dimensões serão inseridas cada 10 metros horizontalmente a partir do ponto de referência indicado.

Depois de selecionar a polilinha que representa seu perfil (TN, Rasante, etc.), o comando solicitará que você indique um ponto de referência em seu formato de perfil, você deve indicar esse ponto em um todo progressivo, por exemplo, se o seu perfil é de 0 + 000 para 100 + 000, você deve indicar o ponto no 0 ou 10 ou 20 progressivos, etc. (de acordo com cada quanta a distância de inserção das dimensões foi indicada).

Lembrar Para que o programa obtenha as dimensões correspondentes, o perfil deve estar corretamente localizado, ou seja, as dimensões são corretas para o perfil.

Este quadro irá ajudá-lo a compreender melhor as opções desta rotina:

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte: (Os valores padrão devem seguir o exemplo com o arquivo CAD anexado)

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: ICP.
  3. Digite a escala de desenho para o tamanho da dimensão: 850 (você pode mudar até que o tamanho seja apropriado)
  4. Digite a escala vertical do perfil: 1 (escala vertical igual a horizontal)
  5. Digite a distância entre progressistas: 10
  6. Digite o número de decimais, por padrão: 3
  7. Selecione o perfil que você irá limitar (TN, Rasante, etc.)
  8. Indica o waypoint no formato do seu perfil (veja o gráfico)

Você pode pegar a rotina Clique aqui


60. LISP DE ROTINA QUE PERMITE OBTER PROGRESSISTA OU COMPRIMENTO NUM PONTO INDICADO

Esta rotina desenvolvida em Autolisp e Visual Lisp, permite que você obtenha o comprimento ou progresso de uma polilinha ou eixo e insira-a no desenho por meio de um ponto de inserção.

Para fazer isso, você deve selecionar a polilinha e indicar que a inicial é progressiva, você deve verificar se o comando obteve o ponto de partida da polilinha correta (início do eixo), caso contrário, você pode alterar o início do eixo com a opção que apresenta este comando.

Você pode modificar alguns parâmetros padrão do código-fonte, como a altura do texto a ser inserido.
Observe que seu sistema de coordenadas deve ser positivo, caso contrário, será gerado um erro indicando o ponto ou o comprimento progressivo a serem obtidos.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: OPR
  3. Selecione a polilinha do eixo ou digite a letra «C«, Para alterar o início do eixo
  4. Digite o valor inicial (ou inicial) do ponto inicial da polilinha padrão: 0.00
  5. Indica os pontos na linha da qual você deseja obter o comprimento ou progressivo

Você pode pegar a rotina Clique aqui


61. ROTINA LISP QUE FAZ DIFERENTES OPERAÇÕES COM O TEXTO SELECIONADO (NUMÉRICO)

É um pequeno, mas bem útil rotina lisp que lhe permite obter informações de operações com textos escolhidos, obviamente, esses textos devem ter valores numéricos para que eles possam executar cálculos, por exemplo, "2.22", "3.39" (sem as aspas ), etc.

Se entre todos os textos numéricos o comando encontre um texto não numérico Por exemplo, a palavra "ponto" terá este texto como Valor 0.00, então os resultados mudaria.

A informação fornecida por este comando é:

  • Contagem (Número total de elementos numéricos selecionados selecionados)
  • NúmeroMáximo (O valor máximo de todos os textos numéricos selecionados)
  • Númeromínimo (O valor mínimo de todos os textos numéricos selecionados)
  • Média (A média de todos os textos numéricos selecionados)
  • Suma (A soma de todos os textos numéricos selecionados)

Para obter os resultados sozinhos será suficiente selecionar um a um ou por meio de uma janela (janela) os textos dos quais as informações são desejadas.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: IV
  3. Selecione todos os textos numéricos dos quais você deseja obter a informação

Você pode pegar a rotina Clique aqui


62. ROTINA LISP QUE ANDA E IMPRIMA TODOS OS LAYOUTS COM SUA CONFIGURAÇÃO ATUAL

Esta rotina permite que você percorra todos os layouts e imprima cada um deles com a configuração da página atual que você tem, vale a pena esclarecer que o layout do espaço do modelo não será levado em consideração.

O comando é executado através de cada um dos layouts e se ele verifica que é o espaço do modelo, é ignorado continuando com os outros, então, se você deseja que o espaço do modelo seja impresso, você só precisa modificar o comando para que também é levado em consideração e impresso.

Você pode tirar proveito da funcionalidade desse comando para, por exemplo, inserir cabeçalhos, excluir ou adicionar texto em cada layout, etc., o comando não imprime os trabalhos em "Contexto«, A menos que especificado na caixa de diálogo opções no «Traçar e publicar".

Se você tiver muitos arquivos para imprimir e cada um possui vários layouts, você pode aumentar a funcionalidade desse comando fazendo o seguinte:

Crie um arquivo chamado Acad.lsp (se você ainda não tiver), nesse arquivo adicione as seguintes linhas de código em qualquer lugar no mesmo:

(defun s :: startup ()
(carga «passar e imprimir todos os layouts.LSP»); este é o nome do arquivo anexado.
)

O caminho não é indicado porque se entende que o caminho do arquivo lsp especificado é adicionado aos diretórios de suporte do AutoCAD (indicado na caixa de diálogo de opções), caso contrário, a linha de código pode ser substituída pela (o caminho completo do arquivo lsp para carregar está indicado):

(defun s :: startup ()
(carregar «C: \\ CONSTRUCGEEK \\ TUSLISP \\ Ir e imprimir todos os layouts.LSP»)
)

Para usar esta rotina normalmente (sem modificações), você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: LPLOT
  3. Você deve aguardar até que todas as tarefas de impressão estejam concluídas.

Você pode pegar a rotina Clique aqui


63. VISUAL ROUTINE LISP CORTE OS TEXTOS PARA O DIREITO OU DEIXADO DE ACORDO COM O NÚMERO DE CARACTERES INDICADOS

Esta rotina de lisp permite que você aparar textos selecionados, aparar os lados direito, esquerdo ou ambos, dependendo do comando.

Por exemplo, se você tiver o texto inicial «0 + 580.00» e você diz o comando para cortar caracteres 2 à esquerda, o comando irá substituí-lo por «580.00».

Se você contar o comando para cortar caracteres 3 à direita, o comando substituirá o texto inicial com «0 + 580».

Finalmente, se você contar o comando para cortar em ambos os lados, os caracteres 2 para a esquerda e o 3 para a direita, o texto inicial será substituído por «580».

Como você pode ver, apenas indique o número de caracteres para cortar e selecione os textos e estes serão cortados conforme indicado.

Para usar essa rotina, você deve fazer o seguinte:

  1. Carregue o arquivo lisp no AutoCAD.
  2. Digite o nome do comando: RET
  3. Indica qual lado dos textos será cortado [Esquerda / Direita / Ambas]
  4. Digite o número de caracteres a serem cortados no (s) lado (s) indicado (s)
  5. Selecione todos os textos que deseja cortar
  6. Pressione a tecla Enter ou clique com o botão direito para executar a substituição

Você pode pegar a rotina Clique aqui

53 responde a "Mais do que rotinas 60 Autolisp para o AutoCAD"

  1. PARA QUAL DIFICULDADE DE TIVER EM BAIXAR COMO LISP. EU VOU SER ENDEREÇADO PARA UM SITE EM ESPANHOL E AÍ TÊM DE PROCURAR A VOSSA LISP EM ESPANHOL, NÃO ENCONTRAREI NESSA PAGINA PROCUREM NO FIM DA PAGINA COMO SETAS PARA PASSAR À PRÓXIMA PÁGINA ATÉ ENCONTRAR VOCÊ. DEPOIS É SÓ CLICAR NA VOSSA LISP, CLIQUE EM ARQUIVOS ANEXOS E IMPOSTOS OU APLICÁVEIS.

  2. PARA QUAL DIFICULDADE DE TIVER EM BAIXAR COMO LISP. EU VOU SER ENDEREÇADO PARA UM SITE EM ESPANHOL E AÍ TÊM DE PROCURAR A VOSSA LISP EM ESPANHOL, NÃO ENCONTRAREI NESSA PAGINA PROCUREM NO FIM DA PAGINA COMO SETAS PARA PASSAR À PRÓXIMA PÁGINA ATÉ ENCONTRAR VOCÊ. DEPOIS É SÓ CLICAR NA VOSSA LISTRA E CLIQUE EM ARQUIVOS ANEXOS E IMPOSTOS OU APLICÁVEIS. ESPERO TER AJUDADO

  3. Olá, gostaria de saber se você tem algum curso ou treinamento para aprender a programar no Autocad. E também para criar um aplicativo que me ajude a contar e identificar um conjunto de polilinhas

  4. boa noite .. gostaria de saber falar a 37. Entidades do conversor 3DFace em sólidos ACIS trabalha em todas as versões do auto cad?

  5. ola eu gostaria de saber como posso adquirir esses labios para extrair as coordenadas de uma polilinha e aquela para obter os brincos de polilinha

    obrigado

  6. OLÁ
    Eu trabalho como artista de P & ID e quero saber como posso fazer com que os blocos inteligentes que tenho em um plano de autocad possam ser exportados para o Excel.
    nos planos são:
    válvulas
    números de linha
    instrumentação
    equipamentos
    Eu quero extrair essa informação e mostrá-lo no Excel. se alguem puder me ajudar por favor

  7. Oi tudo,
    É fácil de usar, mas não é fácil de usar, mas é melhor do que um polígono ou uma estação de trem.
    LG

  8. Estou procurando que o lisp faça um gradiente, ou seja, com um círculo de um certo raio, uma curva de contorno deve ser cortada e uma polilinha gerada a partir da origem e assim por diante, à medida que se move para outro local, é para o desenho de uma estrada e é delinqüente copie os círculos e trace as polilinhas, obrigado

  9. Eles têm alguma rotina para atribuir atributos a elementos básicos, não blocos, e estes podem ser visualizados em uma caixa de diálogo na tela.

  10. Olá.

    Como faço para baixar o lisp "Exportar pontos de coordenadas para um arquivo CSV"?

    obrigado

  11. BOA NOITE
    EU GOSTARIA DE SEU APOIO, TENHO UM PROBLEMA MEU AUTOCAD NÃO CARREGA OS LÁBIOS PARA DESENHAR IMAGEM DE DADOS TÉCNICOS (COORDENADAS, LADOS, ÂNGULOS)

  12. Salve, vorrei, a classificação de rotina AREASX, se è possibile.

    Agradecemos antecipadamente

  13. Olá, eu gostaria de acessar a rotina para colocar progrsivas para um alinhamento.

    Obrigado

  14. Gostaria de enviar-lhe uma rotina de lisp que, em versões recentes, não funciona e em versões antigas, se funcionasse, espero que você possa corrigi-la e / ou melhorar, para o correio que você me indica ou quando me envia a rotina do lisp.

  15. Muito bom para todos, eu preciso da rotina arcos_de_una_polilinea_en_segmentos_lineales.fas para poder exportar da autocad para MIDAS GEN 2015, independentemente dos arcos gerados no autocad e devo dividi-los em segmentos. Muito obrigado Sou de Cuba

  16. Sou português e gostava, é possível, de ter a rotina «ROTINA QUE SUBSTITUI O CONTEÚDO DE UM TEXTO PELO PONTO DO PONTO INDICADO».

    Obrigado

  17. Por favor, poderia me dizer onde posso baixar sua rotina lisp «Exportar pontos de coordenadas para um arquivo CSV» porque tenho a topografia de uma área e preciso exportá-la para csv ou txt. Os pontos são inseridos como texto (conteúdo é a dimensão) e na coordenada Z sai zero, entendeu?
    Por favor, você poderia me ajudar?

  18. Gostaria do lisp com a função "Remover objetos internos ou externos de uma polilinha selecionada", porque no artigo não consigo encontrar o link para download.

  19. Oi, eu gostaria de saber se há uma rotina para obter o número de objetos e colocá-los no texto

  20. Caro, eu tento fazer uma rotina e esse aviso aparece:

    Não encontrado

    Não foi encontrado no URL do servidor / fórum / Routine-lisp-to-add-to-subtract-values-to-selected-to-selected.

    Além disso, o 404 erro não encontrado foi encontrado ao tentar usar ano ErrorDocument para manipular a solicitação.

    O que eu estou errado? 1000 obrigado Rei

  21. Olá se alguém conhece algum ceceio que permita desenhar saber polígono, o comprimento e os ângulos, se alguém souber, a rotina topo12 se você puder me enviar meu e-mail juanpaulo_100@htomail.com, muitas graças amigos

  22. Bom dia, eu gostaria de saber rotina para autocad 2014 se eles tivessem que gerar tabelas para coordenadas e design de rodovias

    obrigado

    lembranças

  23. Olá
    Desculpe, desculpe-me para ajudar com um lisp para limitar uma polilinha com seu km, eu explico se eu tenho uma polilinha com origem Dm de 100 start e um dm de fim 1000, para poder marcar qualquer ponto dentro da polilinha e eu atirei seu dm e ele deixar estipulado.

    agora o dm de início e final será sempre diferente para cada projeto

    Se você não puder me ajudar, eu apreciaria, já que eu trabalho frequentemente com isso e seria muito útil em projetos rodoviários.

    lembranças

  24. saudações alguém pode me ajudar com um ceceiro para poder vincular uma pesquisa feita com coordenadas arbitrárias a partir de dois pontos, depois colocou as coordenadas originais norte e leste e a quota deixa os mesmos arbitros dos dois pontos de partida para os quais eu fiz com aling, mas as quotas são alteradas

  25. Bom dia, eu gostaria de saber se alguém conhece alguma rotina pequena ou tem algum exemplo simples de uma pequena rotina para criar um banco de dados dbf e adicionar dados ou excluir do autolisp.
    Espero que eles me ajudem.
    obrigado

  26. Olá amigos, eu gostaria de saber se alguém conhece uma rotina para medir os ângulos (espero o externo) de um polígono e sua distância e, se não for demais, pedir-lhes para exportar para o Excel.

  27. Como você escreve uma rotina .lsp que é executada quando um desenho .dwg é carregado e quando é gravado?
    obrigado

  28. Preciso de ajuda para ver se alguém que conhece lisp me salvará.

    Eu quero exportar de 3d civil todas as seções cruzadas geradas para arquivos de texto, eu só preciso mostrar a quilometragem, a distância ao eixo e o nível correspondente.
    Algo assim

    Km, Dist. Para o eixo, Dimensão

    Só isso. Alguém pode me ajudar? Eu não sei nada sobre programação, então peço ajuda.

  29. Vamos ver se eu entendi.
    Você diz que com seu centeio você exporta as coordenadas para o Excel
    Você o colocou à distância? Eu não entendo isso, eu suponho que é no AutoCAD como dimensão ou função no lisp?

    Mas se você já tem as coordenadas no Excel, por que não fazer uma próxima coluna com uma fórmula de Pitágoras entre o ponto e o próximo?
    raiz quadrada de ((coordenada y2 - coordenada y2) quadrado + (coordenada x2 - coordenada x1) quadrado)

  30. HELLO BONS DIAS, GOSTARIA DE ME AJUDAR COM UM LISP. EXPLIQUE, EU TENHO UM PLANO DE AMOSTRAGEM cada ponto áspero com LISP EXPORTA contendo as coordenadas para o Excel, mas agora entre cada ponto e ponto, você e colocá à distância, agora eu quero passar esse medem entre YPUNTO PONTO para o Excel para NÃO SER digitar 400PONTS E SUAS DISTÂNCIAS, HÁ QUALQUER MANEIRA? PORFAVOR, EU GANHARIA UM ENCONTRO E, ENTÃO, EU AVANÇO MAIS RAPIDAMENTE COM O TRABALHO.

    Agradecemos antecipadamente

  31. Olá, gostaria de saber se existe uma rotina que transforma um plano de autocad em outro sistema de referência, por exemplo, de wgs84 para psad56

  32. http://www.hispacad.com/foro/viewtopic.php?p=165851#165851

    Rotinas de anexos para desenho de perfis longos e transversais, importação e exportação de pontos através de excel, vários utilitários, biblioteca de blocos.

    Dentro da pasta manual, há a ajuda para a instalação.
    Dentro da pasta-chave será encontrado o arquivo para a ativação.
    Dentro da pasta manual estão os arquivos de ajuda para os comandos.

    Nota: por motivos de compactação, o manual atualizado foi removido e várias imagens foram excluídas no manual de ajuda anexado.
    O manual atualizado pode ser solicitado por correio para
    vhcad@hotmail.com
    no caso de os aplicativos serem úteis para eles, ou para analisar por conta própria o funcionamento dos comandos.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.