I3Geo e ferramentas de 57 Software Público Brasileiro

Hoje chegou a novidade da integração dos esforços entre o i3Geo e o gvSIG, um problema que me parece uma decisão importante da Fundação gvSIG, embora tenha consciência de que é dificilmente visível o resultado de um trabalho inteiro que leva meses de planejamento na estratégia de internacionalização.

Eles falam e outros sites e nós saberemos mais pela comunidade de utilizadores; Agora eu quero tocar o impacto deste acordo desde i3Geo pode ser desconhecido para muitos no contexto latino-americano, no entanto, é uma das ferramentas de origem latino-americana que tem muito a contribuir para o ecossistema de aplicações desenvolvidas em software geoespacial open source. Também por esta parte do artigo é mostrar o alcance de ferramentas livres no Brasil.

I3geo

Por que é i3Geo especial?

Do ponto de vista técnico, o i3Geo é outra ferramenta, que da 2006 se torna uma licença GPL, com a capacidade de integrar dados sob os padrões OGC, tanto para consulta quanto para edição. Extremamente interessante que você pode ler os projetos do gvSIG trabalhando como um aplicativo de desktop para criar mapas que serão publicados na Internet.

Mas a importância do i3Geo é o seu contexto. Sua origem: o Brasil.

O Brasil representa o nó de desenvolvimento dos próximos anos no contexto latino-americano e a ponte estratégica com Portugal e Espanha. O México, que é o outro pólo da América Latina, não está conseguindo um contexto de integração com a América Central e o Caribe como deveria ser; Assim, a região continua a olhar para o sul como uma alternativa de conhecimento colaborativo, como pode ser visto já no Panamá e na Costa Rica. O que a Guatemala tem feito tem sido interessante, embora ainda seja curto para a liderança que tem potencial, tudo por causa da grande fraqueza do México causada pelo monopólio exagerado do software proprietário (também chamado de software comercial).

A grande desvantagem do Brasil está na língua, porque, embora seja muito semelhante ao espanhol, sua interação com outras línguas é mais em inglês, o que cria uma barreira no seu ambiente sul-americano. Assim, vemos o i3Geo como uma primeira porta que traria muito do potencial que o Brasil desenvolveu além do tema geoespacial; Você só tem que ver a lista de ferramentas de código livre que eu sintetijo no artigo para sentir esse tipo de desespero, porque em todos os países da América há projetos que desperdiçam prata fazendo coisas que certamente já existem e uso gratuito.

  • A barreira com o Brasil está na língua, insisto.

É por isso que o i3Geo é importante, porque junta esforços no hemisfério sul para combinar estratégias para um desenvolvimento mais sustentável. Totalmente contrária às iniciativas que vêm do norte, onde o Banco Mundial ou o BID trazem projetos de modernização com marcas de software já amarradas, o que não é nada ruim, mas insustentável, em países onde o pagamento de dólares 600,000 por ano para uma licença Oracle é um insulto ao Pobreza e ignorância das más práticas na administração pública que mudam com o ritmo do clientelismo político.

Estamos conscientes de que o futuro do software livre é demonstrar que beneficia as pessoas, reduzindo os gastos públicos desnecessários. Claro, o que o Equador diz não é o mesmo que o Brasil diz. É por isso que nos parece um passo pequeno, mas importante, que liga o esforço de nada menos que um dos países 5 que compõem o BRICS Que passam a desempenhar um papel importante na manutenção dos desequilíbrios da economia mundial. E que a iniciativa associa o contexto ibero-americano ... muito melhor porque, na União Européia, há algo mais de eco e empatia com o software livre.

O que podemos esperar?

Bem, devemos esperar mais e melhores notícias.

O gvSIG é montado em Java, o mesmo idioma do GeoServer. Com este passo, o gvSIG faz uma abordagem mais próxima do MapServer, a outra plataforma de publicação de dados, cuja proximidade tem sido bastante próxima do Quantum GIS por motivos de plataforma. Embora o que o Ministério do Meio Ambiente tenha alcançado com o i3Geo vai muito mais longe no que diz respeito à publicação de dados na web.

Para o nosso contexto, podemos saber mais sobre o que o i3Geo pode fazer, em espanhol e dentro das listas de distribuição do gvSIG.

Mas também acreditamos que essa aliança poderia abrir um espaço para mais interação com um arsenal de ferramentas que os brasileiros construíram e que eles são usados ​​livremente. Na medida em que os esforços de código aberto evitam a duplicação, encontraremos uma maior sustentabilidade e acredito que existe um grande potencial no universo representado por 192 milhões de brasileiros. Claro, o Brasil tem que Sair ao encontro E tornar-se mais visível para fortalecer-se como o pólo de desenvolvimento que representa; Tudo o que acreditamos Está acontecendo Já.

Em etapas posteriores da Fundação gvSIG, você provavelmente está pensando no México, embora na minha opinião você deve ver a Guatemala porque há muito a ser visto lá.

Para a amostra, deixo algumas das ferramentas de código gratuitas que o Brasil possui, incluindo o número de usuários até à data. Alguns mantêm seu nome original, outros têm uma tradução aproximada para o espanhol e tentam categorizá-los onde melhor se encaixam:


Gestão de Recursos Naturais

  • GGAS (Membros 517)

O Sistema de Gestão Comercial de Gás Natural, pretende atender de forma abrangente as necessidades inerentes à área comercial de uma empresa de distribuição de gás natural e permite o gerenciamento de registros, medições, contratos, cobrança, cobrança de Renda, além de fornecer dados para integração com a área contábil, financeira, operacional e de gerenciamento.

  • GSAN (Membros 3287)

saneamento integrado. O GSAN foi criada para aumentar o nível de desempenho dos negócios e eficiência de abastecimento de água e esgotos, e pode ser adaptado para pequeno, médio e grande.

  • I3GEO (Membros 9747)

O I3GEO é uma informação geoespacial de publicação de software baseada na Internet, especialmente no Mapserver. O principal objetivo é a provisão de dados espaciais e um conjunto de ferramentas de navegação, a geração de análises, o intercâmbio e a geração de mapas à procura ... pelo caminho, o herói deste filme.


Controle Fiscal, Cadastro e Gestão Municipal

  • cidade livre (Membros 7802)

A Cidade Livre é a única solução de gestão municipal que implementa os principais conceitos relacionados ao Cadastro Técnico Multiuso (CTM) e ao SIG Corporativo. Ser um Software Livre desenvolvido sob uma estrutura estruturada em três camadas (MVC), pode ser adaptado rapidamente a qualquer demanda nova.

  • Sago - sistema aberto de gerenciamento unificado (Membros 4369)

A SAGU é uma solução gratuita projetada para ajudar as instituições a classificar sua gestão. Sua operação em um modular, oferece aos administradores um conjunto de ferramentas que integra e otimiza os processos dos diferentes setores da instituição.

  • E-note (Membros 5053)

E-Note é um sistema informatizado para a emissão de facturas electrónicas para serviços para a modernização da Gestão Fiscal ISS / ISSQN.

  • E-ISS (Membros 2403)

e-ISS é um sistema informatizado que visa modernizar a gestão fiscal. O e-ISS foi desenvolvido para ajudar a ISS City, bem como interagir com o contribuinte e o fabricante dos serviços do ISS.

  • marca Control - CMS (Membros 1001)

Desenvolvido pela Prefeitura de Bagé, o sistema foi criado a partir da dificuldade de problemas de armazenamento e manuseio causados ​​por registros físicos.

  • e-Cidade (Membros 8954)

O e-Cidade é projetado para informatizar a gestão das cidades brasileiras de forma integrada. Isso envolve a integração de entidades informatizados municipais: Câmara Municipal, Câmara Municipal, autoridades locais, fundações e outros.

  • Geplanes (Membros 7460)

Geplanes é uma estratégia de gestão de software projetado para empresas públicas ou privadas. Ele é usado na preparação de planejamento estratégico e execução de ações. Usando Geplanes pode gerenciar as ações, objetivos e conseqüências, indicadores e anomalias. Através de relatórios, gráficos e diretores do painel de controle, coordenadores, diretores e presidentes têm uma visão dos indicadores e da instituição.


Tecnologia da Informação Geral

  • Koruja (Membros 7122)

O projeto surgiu por causa da necessidade de empresas públicas e privadas para administrar, gerenciar, monitorar e configurar a auditoria de ambientes de TI de uma perspectiva única. Dentro desta perspectiva, surge a idéia de criar um mecanismo de recolha de automação de configuração de recursos tecnológicos (servidores, roteadores, switches, estações de trabalho, etc.).

  • Sisau-Sac-Contra (Membros 5677)

software cliente de serviços, sistema de gerenciamento de portal e controle de acesso.

  • EMS (Membros 7885)

Através do EMS você pode gerenciar filas e serviço de streaming para todos os tipos de empresas ou organizações que prestam serviço ao cliente pessoas enfrentam.

  • Jaguar (Membros 2455)

Jaguar é um framework Java EE fornece um alto nível de arquitetura de software, reutilizável e extensível, baseado na integração de dezenas de estruturas básicas que se aplicam em uma arquitetura OO resultados MVC2 em uma solução com alto nível de abstração, pouco código Java e utilizando recursos como COI, DI e AOP naturalmente e de forma consistente.

  • CAU - Centro de Atendimento ao Usuário (Membros 2013)

Foi desenvolvido pela Embratur como um único ponto de gerenciamento de TI, atividades de apoio e usuário, formalizando processos operacionais, dando transparência e permitindo que todos os envolvidos tenham uma compreensão correta dos processos seguidos pelas áreas de trabalho .

  • OÁSIS (Membros 8524)

OASIS permite o monitoramento de ações de TI e redes informáticas, bases de dados, modernização, desenvolvimento de sistemas e sites, entre outros.

  • MDArte (Membros 2049)

O MDArte pretende criar uma nova referência para o software público, o uso de tecnologias modernas, o que reduz o custo total dos serviços de tecnologia da informação e a dependência de soluções proprietárias.

  • cocar (Membros 11.806)

ambiente de rede controlador centralizado.

  • sagui (Membros 2585)

Marmoset gerencia todas as estações de GNU / Linux. Com ele você pode executar scripts (script na linguagem de computador) correção de informação, personalização e coleta de forma centralizada. Através de manchas, você também pode definir o escopo total ou parcial de aplicação red.Su aumentou Centros de Experiência Serpro (estruturas de produtividade relacionados com a Superintendência de Tecnologia da Informação, a capacidade técnica para atender à demanda em TIC e de apoio áreas de infra-estrutura)

  • PW3270 (Membros 3716)

O pw3270 é um 3270 emulador de terminal com recursos avançados e interface amigável (GTK preparado), comparáveis ​​às ferramentas mais utilizadas no mercado.


Educação

  • GNUTECA (Membros 5585)

O GNUTECA é um sistema para automatização de todos os processos da biblioteca, independentemente do tamanho da coleção ou o número de usuários. O sistema foi criado de acordo com critérios validados desenvolvidos por um grupo de bibliotecários e desenvolvidos com base em evidências de biblioteca real.

  • Brasil Provinha (Membros 1763)

O Brasil Provinha, criado de acordo com o objetivo do Plano de Desenvolvimento Educacional (EDE) do MEC, uma avaliação diagnóstica se aplica aos alunos matriculados no 2 ano da escola primária. Ajuda os professores e os administradores da escola, pois atua como ferramenta de diagnóstico no nível de alfabetização dos alunos, permitindo a correção e o reaprendizagem na leitura e escrita, melhorando a qualidade da alfabetização e A alfabetização precoce oferece crianças.

  • Sæle (Membros 1315)

Sæle foi desenvolvido pela UFRGS, a fim de oferecer este importante serviço à comunidade universitária.

  • Banco de talentos (Membros 4675)

O Banco de Talentos foi desenvolvido com o objetivo de atribuir os talentos da Câmara dos Deputados e identificar o potencial humano da instituição, para facilitar a revisão contínua da evolução funcional, através da provisão das informações fornecidas pelos servidores Indivíduos.

  • REDECA (Membros 1182)

REDECA é um software projetado para ajudar na formação de redes sociais para proteger crianças e adolescentes. Baseia-se na disseminação e troca de informações em um ambiente de segurança da informação e na velocidade de comunicação entre os atores em uma rede. Seu nome deriva das palavras do RED e ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

  • Eu ensino (Membros 14,336)

O i-Education é um software de gerenciamento escolar. Centraliza a informação de um sistema escolar local, o que reduz a necessidade de uso de papel, duplicação de documentos, tempo de serviço de cidadãos e racionalização do trabalho de funcionários públicos.

  • Amadeus (Membros 6071)

Learning Management System of Distance Education com base no conceito de aprendizagem mista

  • Pipa (Membros 5042)

O GNU Kite / Linux é uma distribuição da educação criada no 2006, especialmente para crianças, adolescentes e pré-escolas, jardins de infância e de primárias. Seu objetivo é tornar o laboratório de informática em um ambiente de segurança, diversão e aprendizagem, com muitos jogos e programas que exercitam a mente sem perder o prazer de estudar.

  • Pavão (Membros 635)

É uma distribuição baseada Debian GNU / Linux personalizada para uso em telecentros no Brasil.

  • E - Proinfo (Membros 7804)

Sistema de educação a distância.

  • Educação Linux (Membros 5612)

O Linux for Education é uma solução de software que contribui para a realização dos propósitos do ProInfo para favorecer o usuário final sobre o uso e a acessibilidade do mesmo, bem como responsável do laboratório em relação à manutenção e atualização.

  • EducatuX (Membros 4185)

O EducatuX é um método educacional que foi projetado com o objetivo de promover a integração pedagógica entre computadores e educação com software livre. O objetivo do projeto é a construção de materiais para professores e alunos da escola primária para ajudar na integração de tecnologia na sala de aula.


Gestão de Escritórios públicos

  • Curupira (Membros 7574)

Permite o gerenciamento de processos de impressão através do gerenciamento racional de altos custos, volume de impressão, suprimentos, permissões e eficiência em uso em redes corporativas.

  • Linha (Membros 6174)

software do sistema e hardware desenvolvido pela Oktiva para o gerenciamento de serviços públicos.

  • Sistema de Gerenciamento de Desastres (Membros 14.824)

DGS foi desenvolvido dentro da filosofia do software livre para atender as necessidades de TI, transformando as demandas de projetos internos que são controlados pelo escritório de projeto, melhorando assim a qualidade dos serviços públicos. No entanto, devido à sua flexibilidade, a ferramenta pode ser usada para qualquer área, órgão público ou empresa que você deseja para o controle efetivo de suas demandas.

  • IP PBX SNEP (Membros 3215)

estações de serviço de software de configuração de IP PBX.

  • Suporta (Membros 3221)

Apoena é um software livre que surgiu a partir da necessidade de facilitar a democratização dos telecentros informações sobre o Banco do Brasil. A ferramenta produz recortes de imprensa. Ele funciona como uma cobrança agência de notícias e processamento de informações sobre as fontes 300.

  • FPS (Membros 5265)

Otimização do controle da frota de veículos municipais em todos os órgãos de governo, em um ambiente único.

  • BR ERP5 (Membros 8733)

ERP5 é uma solução BR para Sistemas de Gerenciamento Integrado (ERP) que fornece transparência, flexibilidade e evolução de seus usuários. Com o uso de modelos de negócios (modelos) atualmente existem, o ERP5 cobre as áreas de contabilidade, relacionamento com clientes, comércio, gerenciamento de armazéns, transporte, cobrança, gerenciamento de recursos humanos, design de produto, produção, gerenciamento De projetos, entre muitos outros.

  • Sistema Defensor del Pueblo (Membros 986)

Este sistema, desenvolveu a plataforma web, garante adaptabilidade e viabilidade econômica e técnica ao Ombudsman, que permite a emissão de relatórios de gestão, fornecendo estatísticas sobre dados consolidados e permitindo sua utilização por provadores de justiça Com diferentes estruturas. Através do Sistema Ombudsman, a instituição pode fazer um diagnóstico e análise dos eventos recebidos e fornecer informações aos cidadãos ao longo deste processo.

  • InVesalius (Membros 5905)

InVesalius é um software de saúde pública que visa auxiliar no diagnóstico e no planejamento cirúrgico. A partir de imagens bidimensionais (2D) obtidas por tomografia computadorizada ou uma ressonância magnética, o programa permite criar modelos virtuais em estruturas anatômicas tridimensionais (3D) que correspondem a pacientes sob cuidados.

  • GP-Web (Membros 6980)

Gerenciamento de projetos e práticas de gerenciamento

  • Cacic (Membros 34.798)

Primeiro Software do Governo Federal Público como resultado do Consórcio de Cooperação entre o SLTI - Departamento de Tecnologia da Informação Logística do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão - MOP e DATAPREV - Empresas de Tecnologia da Informação e Segurança Social, desenvolvido por O Escritório Regional DATAPREV do Espírito Santo.

  • dispensação de medicamentos individualizados - DIM (Membros 769)

O software DIM nasceu da necessidade de uma ferramenta para gerenciar a distribuição de medicamentos para municípios com mais de um milhão de habitantes e uma média de mais de 20.000 por dia de dispensas. O controle da operação em cada lote e a validade dos medicamentos disponíveis para os pacientes e a identificação única de cada paciente, garantindo assim sua rastreabilidade.

  • SPED - protocolo Sistema Eletrônico (Membros 15.049)

O Sistema de Protocolo de Documentos Eletrônicos (SPED) é um sistema WEB que surgiu da necessidade de integrar o controle, em troca de documentos internos e externos das organizações militares do Exército. Desta necessidade o sistema foi desenvolvido pelo Exército para controlar documentos de protocolo.


Multimídia e Web

  • Minuano (Membros 4460)

Minuano - software streaming de áudio e vídeo totalmente de caixa livre é um sistema de captação, processamento, embalagem e distribuição de sinal digital para a intranet ou Internet para transmitir ao vivo ou baixar.

  • LightBase - soluções de banco de dados de texto ou multimídia GED. (Membros 5209)

solução LightBase é um ambiente de desenvolvimento de banco de dados textuais e multimedia combina um servidor de aplicação rápida e recuperação de texto tridimensional, permitindo o acesso rápido a todas as informações do banco de dados.

  • Xemelê (Membros 5465)

Este grupo tem como objetivo compartilhar soluções para promover processos de comunicação e colaboração interativa com a plataforma de Internet. Estamos falando de ferramentas de gerenciamento de web, blogs, chats, wikis lugares e ambientes para a integração de serviços de e-mail, calendário, fluxo de trabalho, etc.

  • OpenACS (Membros 2207)

Comunidades Open Systems Architecture (OpenACS) é um framework de desenvolvimento para a criação de aplicações Web que suportam comunidades virtuais.

  • ASES (Membros 2777)

O ASES é uma ferramenta para avaliar, simular e corrigir a acessibilidade de páginas, sites e portais e de grande valor para desenvolvedores e editores.

  • WebIntegrator (Membros 7680)

O Webintegrator é um ambiente muito produtivo para o desenvolvimento de aplicações web em Java, que cria facilidade de uso e acelera a aprendizagem de desenvolvedores técnicos.

  • EdiTom (Membros 4560)

Para permitir aos iniciantes ter uma ferramenta para criar sons, representá-los graficamente, escrever música e efeitos sonoros, o software é necessário para atender a essas instalações.

  • KyaPanel (Membros 2984)

KyaPanel é um sistema de gerenciamento de servidor de e-mail com Postfix, LDAP e Courier.

  • Ginga (Membros 12,591)

A Ginga é a camada de middleware que permite o desenvolvimento de aplicações interativas para a televisão digital, independentemente dos fabricantes de hardware da plataforma de terminais de acesso (set-top boxes).


Desenvolvimento de aplicativos

  • Córtex (Membros 1396)

O Cortex é uma estrutura para o desenvolvimento de aplicativos de desktop multiplataforma em C ++.

  • SIGATI (Membros 3547)

O SIGATI é uma ferramenta gráfica que se consolida em uma única interface de gerenciamento para o serviço de diretório distribuído com base em OpenLDAP, permitindo o gerenciamento de objetos, partições, réplicas, diagramas e listas de controle de acesso.

  • FormDin (Membros 2500)

O FormDin é uma estrutura de PHP para o desenvolvimento de aplicativos da web.

  • Demoiselle (Membros 1229)

Demoiselle Framework é uma API Java para o desenvolvimento de aplicativos JEE, criada pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) no 2008 e publicada como software livre em abril de 2009.


Siga a faixa para i3Geo:

http://www.gvsig.org/web/projects/i3Geo

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.