tendências tecnológicas em infra-estruturas de dados espaciais na América Latina

No âmbito do projeto com o IPGH, as instituições 3 da América Latina (Equador, Colômbia e Uruguai) estão trabalhando no projeto

«Cenários para a análise das novas tendências em infraestruturas de dados geográficos na América Latina: desafios e oportunidades».

Neste contexto, convidamos você a participar desta pesquisa, bem como nos ajudar a publicar e divulgar nos meios de comunicação onde os leitores da Geofumadas alcançaram.

Então o convite que nossos amigos do IPGH nos enviaram.

A comunidade latino-americana (instituições públicas, empresas privadas, profissionais independentes, universidades e centros de pesquisa) é convidada a participar do levantamento de aplicações de tendências tecnológicas em infraestruturas de dados espaciais na América Latina, desenvolvidas no âmbito do projeto de pesquisa «Cenários para a análise das novas tendências em infraestruturas de dados geográficos na América Latina: desafios e oportunidades ». Este projeto é financiado pelo IPGH - Instituto Pan-Americano de Geografia e História e executado pela Universidade de Cuenca (Equador), Universidade del Azuay (Equador), Universidade da República (Uruguai) e Prefeitura de Bogotá - IDECA (Colômbia).

O objetivo da pesquisa é identificar aplicativos na América Latina que vinculem infraestruturas de dados espaciais e serviços baseados em localização com novas tendências tecnológicas, como dispositivos móveis, sensores acoplados em dispositivos móveis, computação em nuvem e informações geográficas voluntárias. As informações coletadas serão úteis para estabelecer o grau de progresso deste tópico na América Latina.

Os tópicos incluem:
1- DESCOBERTA DE APLICAÇÕES, tendendo a descobrir aplicações que foram desenvolvidas ou que estão em processo de desenvolvimento.

2- ESPECIFICAÇÕES, projetado para identificar os padrões e especificações utilizados, suas vantagens, limitações e a necessidade de futuros desenvolvimentos de especificações.

3- INDICADORES, visando identificar mecanismos de monitoramento e avaliação para medir a eficácia e o impacto que as aplicações têm na sociedade.

4- BOAS PRÁTICAS, visando identificar boas práticas e lições aprendidas no nível latino-americano, entendidas como boas práticas de acesso ou iniciativas que produziram resultados tangíveis e mensuráveis.

5- DESCUBRIMENTO DE APLICAÇÕES DESENVOLVIDAS POR TERCEIROS, tendendo a descobrir aplicações que foram desenvolvidas por outras instituições.

Os resultados da pesquisa serão publicados nos relatórios do projeto, boletins informativos sobre o tema e artigos, contribuindo assim para a divulgação dos pedidos relatados. Além disso, os colaboradores serão mencionados para fornecer informações nos agradecimentos dos relatórios e artigos.

Acesso à pesquisa: Aqui
Prazos para a recepção de respostas: do 12 de maio ao 7 de junho do 2014.

Obrigado pela sua cooperação.

  • Daniela Ballari - daniela.ballari@ucuenca.edu.ec - Universidade de Cuenca (Equador)
  • Diego Pacheco - dpachedo@uazuay.edu.ec - Universidad del Azuay (Equador)
  • Virginia Fernández - vivi@fcien.edu.uy - Universidade da República (Uruguai)
  • Luis Vilches - lvilches@catastrobogota.gov.co - Prefeitura de Bogotá - IDECA (Colômbia)
  • Jasmith Tamayo - jtamayo@catastrobogota.gov.co - Prefeito de Bogotá - IDECA (Colômbia)
  • Diego Randolf Perez - dperez@catastrobogota.gov.co - Prefeito de Bogotá - IDECA (Colômbia)

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.