Gestão de projetos: entre os desafios que o engenheiro civil não aprende na sala de aula

Ao concluir a carreira e se formar como engenheiro, o cumprimento de um dos objetivos que cada aluno estabelece quando inicia seus estudos universitários é consolidado. Ainda mais importante se a carreira que culmina é na área essa paixão. A engenharia civil é uma profissão que, ano após ano, motiva milhares de estudantes a se matricularem em universidades, na esperança de que, ao concluírem seus estudos, tenham um amplo campo de trabalho onde possam desenvolver suas habilidades pessoais e profissionais; e coberto pelo estudo, gestão de projetos, construção e gerenciamento de construção nas seguintes áreas: saúde (aquedutos, estações de tratamento de esgoto, esgoto, gestão de resíduos sólidos, etc.), estradas (estradas, ruas, pontes, aeroportos, etc.), hidráulica (barragens, barragens, docas, canais, etc.) e estrutural (urbanismo, habitação, edifícios, paredes, túneis, etc.).

Gestão de projectos de construção é uma das disciplinas que a cada dia atrai mais engenheiros civis a se engajar nesse campo profissional, e aqueles que se atrevem a gerenciar projetos despreparados, acabam sofrendo as conseqüências e percebendo que na sala de aula da universidade nem todo o conhecimento necessário é transmitido para enfrentar um desafio dessa magnitude.

Para o sucesso na gestão de um projeto de construção, você deve ter amplo conhecimento em diferentes áreas de conhecimento e muitos anos de experiência, ainda são necessárias habilidades adicionais que não são aprendidas em sala de aula, como são os aspectos relacionados com inteligência emocional e desenvolvimento de relações interpessoais.

Um projeto é um esforço planejado, temporário e exclusivo, feito para criar produtos ou serviços exclusivos que agreguem valor ou causem uma mudança benéfica. Todos os projetos são diferentes e cada um deles apresenta situações e desafios que exigem conhecimentos e inteligência para saber como resolvê-los da melhor maneira. No entanto, todos que começam no gerenciamento de projetos têm, em algum momento, seu primeiro projeto, e aqui tentaremos mostrar algumas dicas sobre como lidar com isso da melhor maneira.

O melhor conselho que eu poderia dar engenheiros civis que pensam dedicar seu profissional na área de vida de gerenciamento de projeto, que deve começar imediatamente após a formatura para aprofundar seus conhecimentos teóricos nesta área ea melhor maneira é fazer um mestrado, pós-graduação ou fazer cursos especializados neste assunto. O Project Management Institute (PMI), organização sem fins lucrativos e uma das maiores associações profissionais do mundo, com meio milhão de membros certificados em gestão de projetos em mais de países 150, é a principal opção para iniciar a aprendizagem da direção dos projetos através de seus padrões e certificações, reconhecidos mundialmente, e que ditam ao redor do mundo através de comunidades colaborativas. Você pode obter mais informações sobre as certificações do PMI em seu site: www.pmi.org. Outras opções em todo o mundo podem ser revistas no site: www.master-maestrias.com. Onde 44 indica opções do mestre em gerenciamento de projetos, em diferentes países. Alguns destes cursos podem ser realizados de forma rápida e prática, como é o caso Curso Profissional de Gerenciamento de Projetos (PMP).

Para enfrentar este primeiro projeto, que geralmente deve ser pequeno, sugerimos levar em conta os seguintes aspectos:

  • Analise, estude e investigue muito bem e detalhadamente sobre o projeto, você é o gerente responsável e deve tomar decisões técnicas cruciais durante toda a gestão. No final desta fase, você deve conhecer todo o processo de construção e o escopo em termos de custo, tempo e qualidade necessários para completá-lo totalmente.
  • Prepare seus objetivos e metas. O que se espera do projeto? O que se espera da sua gerência? Quais são os benefícios para a empresa?
  • Gastar muito tempo no início do projeto para planejar como as coisas vão acontecer, pedir opiniões de sua equipe de trabalho para a construção de escopo, cronograma, orçamento e identificação de riscos.
  • Conheça a equipe, ouça suas necessidades. As pessoas que trabalham felizes aproveitam todo o seu potencial para fazer o seu trabalho da melhor maneira possível.
  • Envolva sua equipe. Na medida em que as pessoas se sintam identificadas com o projeto, elas terão melhor produtividade.
  • Controle o projeto. Defina reuniões periódicas de acompanhamento, nas quais você controla a execução de atividades, gastos com orçamento, pessoas, riscos e qualquer inconveniente que possa surgir.
  • Mantenha as partes interessadas informadas. Uma parte interessada influente que não tenha sido informada atempadamente pode tomar decisões que não são convenientes para a sua gestão, é importante mantê-las informadas e satisfeitas.
  • Se surgirem problemas ou se o seu projeto não estiver atingindo as principais metas, não se desespere. É mais importante como você lida com situações. Analise a causa do problema, aplique as ações corretivas relevantes, gerencie as mudanças necessárias nos planos, informe as partes interessadas sobre a situação e siga em frente com a administração.

O gerenciamento de projetos pode ser definido como a disciplina de organização e gerenciamento de recursos, de tal forma que um determinado projeto seja completamente concluído dentro das restrições de escopo, tempo e custo propostas no início. Portanto, envolve a execução de uma série de atividades que consomem recursos como tempo, dinheiro, pessoas, materiais, energia, comunicação (entre outros) para atingir objetivos pré-definidos.

Com base nessa definição de gerenciamento de projetos, as áreas necessárias de conhecimento que um bom gestor deve ter para executar com eficiência seu trabalho são definidas e estabelecidas e são:

  • Integração e abrangência do projeto: esta área é resumida em duas palavras: missão e visão. O gerente de projetos deve ter clareza sobre o escopo do projeto em termos de prazos e prazos e, acima de tudo, em termos de impacto. Isso inclui o desenvolvimento e a execução de um plano e o controle de mudanças. Para isso, você deve conhecer os aspectos técnicos e construtivos específicos para executar o trabalho.
  • Estimativa de tempo e prazos: Esta competência envolve a elaboração de um cronograma onde as tarefas, os seus prazos e recursos disponíveis para cada estão definidos. O gerente de projeto deve ser capaz de operar os programas e aplicativos que são usados ​​para desenvolver os horários de trabalho, tais como o Microsoft Project, Primavera, etc.
  • Gerenciamento de custos: O bom gerente de projetos deve gerenciar os custos gerais e específicos através de um trabalho anterior de planejamento de recursos (humanos, materiais, equipamentos e técnicos).
  • Gestão da qualidade: são as tarefas necessárias para implementar ações que permitam avaliar a qualidade de produtos, serviços ou conteúdos e eliminar todos os obstáculos que impedem alcançar um maior nível de satisfação. Para cumprir essa competência, o gerente deve conhecer os regulamentos técnicos e de qualidade que se aplicam ao ambiente em que a construção é executada.
  • Gestão de recursos humanos: inclui a contratação de pessoal altamente qualificado, avaliação de desempenho e gestão de incentivos; com a ideia de tomar decisões que aumentem o nível de produtividade e comprometimento dos envolvidos no projeto.
  • Gerenciamento de relacionamento: o gerente de projeto também tem que desenvolver um plano de relacionamento e comunicação que se adapte às necessidades de cada caso. Referido plano deve contemplar, basicamente, a distribuição das informações, a fluidez das mesmas e a divulgação do status de cada fase do projeto, desde a primeira até a entrega final.
  • Gestão de riscos: essa área do conhecimento tem a ver com a identificação das ameaças que a equipe de trabalho pode enfrentar em qualquer fase da execução, bem como a gestão desses riscos, mitigando seus efeitos ou revertendo o impacto.

Em suma, o gerenciamento de projetos é um dos maiores desafios que um engenheiro civil deve enfrentar durante sua vida profissional, e para o qual não está totalmente preparado nas salas de aula, portanto todo bom profissional que toma a decisão de se dedicar Para esta disciplina, você deve tomar a decisão de se preparar em todas e cada uma das áreas de conhecimento necessárias para ser um excelente gerente de projetos.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.