Egeomates: Previsões 2010: Internet

Claro que eu gostaria de ter uma bola mágica e ser capaz de fazer dela um santero, mas não é minha pretensão, apenas tente sopa grossa passar um pouco de tempo nesta rede é um prazer e essa xícara de café, assim como minha sogra não chirrio e palo, Após uma tal sopa de mar.

Esclarecendo, para quem só lê as manchetes: eu ficaria louco se resolvesse fechar o blog, agora que eu mais gosto dele; apenas um mal piada do dia dos inocentes. E uma vez que o assunto seja esclarecido, vamos fumar para o que poderíamos esperar neste ano.

A bolha termina a quebrar

O 2010 deve ser um ano crítico para muitas tendências que já não encontram uma maneira de se reinventar. Quero dizer muito do que surgiu sob a aura da Web 2.0, mas isso não foi inovador, mas uma imitação do que os outros começaram.

O pior da crise econômica já passou, mas ainda faltam dois anos para considerar que a economia mundial está mais uma vez em pleno andamento. E enquanto isso, as empresas criativas (e com pisto) já planejaram seu redesenho, esperando pela faísca; não os pequenos, que suportaram o vendaval, dizendo que estão bem, mas conscientes de que, se isso não mudar, irão para o inferno para seus acionistas não-fundadores (se já não o fizeram).

Assim, sem ter muitas habilidades mágicas, é claro que 2010 é a segunda de pelo menos três anos de declínio, nesta fase do ciclo de produtos não espera uma nova onda de sobreviver, mas se reinventar; e se for a única morte portfólio de produtos é inevitável. Assim, o altruísmo de muitas iniciativas poderia passar uma grave crise, basta olhar para as roupas rasgadas de projetos como a Wikipedia para prever o que poderia acontecer com outro ainda não encontrou uma estratégia de sobrevivência mais sustentável.

web20

Então: os grandes projetos sobreviverão, e os pequenos que são criativos podem ser mesclados em projetos médios. Os pequenos não-inovadores simplesmente farão o sorriso de resignação e dirão "mesas de novo", até aqui chegarmos. Isso não é ruim, é uma regra de vida, o que sempre aconteceu, só nesta época de boom acelerado é provável que em menos de um ano vejamos um grande projeto para aceitar com sinceridade sua estratégia de aposentadoria e conversão para uma fundação, parando a área de pesquisa e apenas dar continuidade ao que existe. As iniciativas puramente comerciais simplesmente fecham e vendem sua base de clientes e sua API inútil para um concorrente.

Não é mais o mesmo.

O processo desta vez não será mais para o posicionamento do mercado, porque isso não vai mudar os chutes se você continuar fazendo mais do mesmo. Isso significa que algumas redes sociais, empresas de publicidade on-line, provedores de hospedagem e serviços da nuvem com demanda fraca desaparecerão dessa maneira.

Ano de uso

Blogs e fóruns devem continuar a ser explorados, mas a tendência à fadiga é inevitável. Os mecanismos de pesquisa (que são apenas 3) serão mais seletivos para não indexar de subdomínios, farms de blogs ou sites abandonados; com isso, a vida dessas comunidades deve ser as pessoas que as usam, que comentam, que ligam sem práticas virais prejudiciais (ou seja, as comunidades reais).

Ano da inovação

modelo de multicamadas-4 Embora não seja o boom, o 2010 pode marcar o início da terceira geração, aquele mundo que ingenuamente chamou a Web semântica, o que pode nunca acontecer, mas temos uma aproximação mesmo que forçada. Os dois sinais que abrem a porta para este marco são visíveis:

  • A primeira é a crescente dependência da conectividade global, os novos brinquedos que estão ligados à banda larga (cada vez mais ampla) por preços mais baixos.
  • O segundo é a insatisfação com a continuação de beber vinho obsoleto com odres tão novos.

Na fusão dessas duas tendências, certamente se forjará uma nova etapa, na qual os que dependem dela só terão que se reajustar. Se houver negócios, então haverá uma tendência ... e em uma rede com tantos milhões, certamente há negócios, é apenas uma questão de tempo que os torna sustentáveis.

Mas isso nós não veremos em 2010, nós mal saberemos para onde os grandes navios estão indo. Google, Microsoft, HP, Oracle, Apple (e assim eles não se ressentem, Yahoo então). Os outros, apenas se preparam para não ficarem sobrecarregados em sua rota e ter tempo suficiente para se posicionar sem perder seus usuários.

  • Os blogs montados no WordPress só devem adaptar a nova versão, montada no Blogger, que o Google protege. E nós, felizes, fumar e escrever sem dor de cabeça; sim, esqueça adaptações como o WordPress MU (ups!).
  • Redes sociais, que se adaptam ao trabalho na API do Facebook ou seu novo concorrente; e até mesmo Hi5.
  • Os fóruns, que são reinventados, porque muito mais novidade não está nessa rota há muito tempo. Um dia as pessoas podem se cansar das tábuas do me ajude por favor sem novas estratégias comunitárias sustentáveis.
  • Os wikis, apenas para seguir, porque o seu design foi muito robusto desde o início.
  • Twitter e família, para colocar os pés no chão.
  • Technorati, sites de peruca, fazendas de blogs e outras ervas ... apenas foram reajustados para o novo formato rss ... e talvez em dois anos, Goodbye Atom.

E nós?

Muitas dessas mudanças só terão início em 2010, e aqueles que notar são as gerações ao longo dos anos 25, eles que desperdiçam (em nossa opinião) seu tempo upload de fotos, compartilhar seu status, bate-papo, para baixo piratas coisas e assistir a vídeos no Youtube. Eles vão ser a cobaia,-los usando as mais recentes tecnologias, comprar nada, mas definir as tendências globais.

jodido caféEnquanto isso, na 2010, continuaremos usando a Internet apenas para o mesmo. Para ler notícias, comprar brinquedos, nos inspirar no Google Earth e coisas do tipo, nada de novo que possamos esperar, embora possamos encontrar mais entusiasmo. Tanto que um amigo finalmente parou de usar seu e-mail irritante do Hotmail, que outro percebe que não vale a pena continuar twitando e que o Chat perdeu seu sabor.

E eu, eu poderei postar 360 novas entradas, muito excitantes (pelo menos para mim); Para o 180 eu vou me sentir envergonhado com este post, mais do que nunca vou reorganizar o que eu disse para justificar a adrenalina depressiva que o pau de minha sogra produz.

Médio amargo, médio squeakymeio gossipy… Mas bom!.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.