Os dados no cadastro

O critério de multiplicidade no cadastro é muito questionável, a razão não é sua utilidade, mas também a sustentabilidade dos dados. Se fizemos um exercício extremo (Bem como o galo do capão :)), pode ser que "todos" dados sejam úteis mais cedo ou mais tarde, mas para fins práticos, muitos desses dados são um peso para a sustentabilidade, a médio prazo seria descartada sua captura ou atualização. Quando alguém quer fazer um cadastro "Multipurpose"Você deve se perguntar coisas como:

Quem consultará os dados?
Qual o nível de precisão esperado?
Quem vai atualizar os dados?
Quantas vezes é atualizado?

É possível identificar que nem todos os dados do cadastro são "necessários" no imediato, mas alguns de uso geral que "outros" (não o cadastro) poderiam consultar mas nunca atualizar. Poderíamos chamar esses dados de propósito geral multiuso. Há também evidências de que a terra não pode atualizar, não porque eles podem, mas porque eles se tornam insustentável ou se há outra instituição com melhores condições (ou interesse), embora esses dados são necessários a partir do momento a sua actualização não dependem da terra, deveria considerada secundária ou de uso específico. Na medida em que dados "desnecessários" são minimizados e um dos princípios que a iniciativa INSPIRE recuperou é seguido, que diz que as informações devem ser capturadas apenas uma vez no campo, o gerenciamento de dados será mais sustentável.

Uma maneira interessante de separar os dados baseia-se na sua relação com as instituições envolvidas, como o Departamento do Cadastro Municipal, o Cadastro Nacional, o Escritório de Registo de Terras, Escritórios de Planejamento, etc. Grande parte disso muda de acordo com a legislação de cada país, mas é importante lembrar que o cadastro registra "os fatos" e qualquer aspecto que não está "feito" poderia ser responsabilidade de outra instância, também para separar os dados capturados campo, e aqueles que serão de processo posterior.

Lemmen separa informações, das três principais figuras do Cadastro: Objeto, assunto e Lei. Para fins educacionais, chamamos Afetações e Transações a proporção Figuras (geralmente composta por dados obtidos por análise após a captura) para exercer também fácil de lembrar:

Dight (O relacionamento entre o sujeito e objeto)
Afectaciones (Relações entre o objeto e à direita)
Transactions (Relações entre o sujeito e à direita)
OEm prejuízo (a propriedade)
Sem prejuízo (Pessoas, naturais ou artificiais)

objeto certo assunto cat2

terra sujeita objeto certo Objeto, esta é a representação da realidade gravável ao nível de mapas ou documentos. Aqui eles aparecem:

  • A trama, que pode ser subtrama, trama múltipla, parcela registrada e parcela de serviço (compartilhada em condomínio), mas que, em regra, tem uma geometria ligada a dados. A precisão é uma questão de relevância do cadastro e visão de longo prazo.
  • O edifício, que pode incluir construção, instalações fixas, melhorias e até ativos não georeferenciados. No caso rural, também serão melhorias permanentes, como as culturas.
  • Também neste nível, as mercadorias podem estar no estado de um documento não georreferenciado (como uma declaração jurada), como um ponto (como o cadastro pontual ou o texto do enredo), como spaghetti (como mapas CAD sem integração de geodatabase).

terra sujeita objeto certo Assunto, Esta é a representação das pessoas, e pode ser natural, não natural (como legal) pessoas e também pode ter agrupamentos.

DireitoEsta é a relação entre pessoas (sujeitos) e bens (objetos). Aqui podem ser incluídos não apenas os direitos reais legalmente registrados, mas também aqueles de fato, mas que refletem um link de posse, posse ou direito de transferência.

terra sujeita objeto certoafetações, são ações que afetam o direito de uso, domínio, habitação, usufruto ou transferência do objeto. É bastante semelhante à lei, mas é uma extensão disso que os sistemas de registro acabam dando muitos nomes (como uma nota marginal) porque eles não são sua competência, ou pelo menos não sua precisão. Esta pode ser uma referência documental, mas em geral partem de uma coincidência espacial que afeta o enredo, seja por lei pública ou privada; como por exemplo:

  • A linha de alta tensão, que restringe a utilização ou ambiente, mas não o domínio
  • Um trem subterrâneo, que passa em muitos edifícios, também se aplica ao cadastro 3D, quando uma propriedade está em uma via pública.
  • Um sistema de controlo poços de redução, o que restringe a utilização para fins de extracção de água subterrânea.
  • Uma área sujeita a inundações, uma área protegida, uma servidão etc.

Afetações são geralmente transitórios e podem mudar com o efeito do tempo; por exemplo:

Uma parcela pode estar dentro de uma natureza legal ejidal; Para fins de titulação, o ejido define quem emite o certificado de propriedade, mas uma vez registrado pode ser tratado como privado, apesar de estar dentro de uma natureza ejidal. Não alterou a região de afetação, mas o efeito.

Afetações também não forçados a fazer divisórias de escritório, se não for necessário; por exemplo:

Uma trama pode ser parcialmente afectados pelo limite urbano, o qual restringe o uso parcial, mas não precisa de ser segregada; a menos que os limites da cidade afetam quem deve autorizar-lo dentro ou fora.

E os danos são "fatos", embora não dentro de um regime especial obrigatório; por exemplo:

Uma parcela que está parcialmente dentro de uma faixa de caminho ou área protegida. O cadastro diz "é assim", mas é pertinente que outra instituição decida a ação para fins de regularização.

terra sujeita objeto certoTransações, são ações realizadas no direito adquirido. Isso pode ser: a medição, construção, atualização, transferência ou avaliação.

As transações devem ser capturadas e atualizadas pelas entidades correspondentes por lei. Para colocar um
exemplo:

a avaliação Não é um fato, mas uma transação em uma propriedade, que é feita em um determinado momento, com um método e que será válida até que haja uma atualização dessa avaliação. Mas não é pertinente do cadastro (como fato geral) a avaliação, mas uma transação para fins comerciais ou tributários. Significa que é um dado, de uso fiscal ou para estudos de mais-valia; sua atualização deve ser de responsabilidade de outro departamento, mesmo com consignação ao cadastro.

__________________________________________

terra sujeita objeto certo Para fechar parcialmente o tema sobre o qual naquela época, podemos definir os dados "multifinalitarios propósito geral" deve ser minimizada sob a jurisdição da terra, e deve ser procurado para ser separado do "multifinalitarios uso específico." Enquanto os requisitos mínimos do Abordagens básicas Do cadastro: fiscal, socioeconômico, legal e uso do solo.

2 Replies to "Os dados no cadastro"

  1. Artigo interessante, neste período de abertura de todos, todas as informações devem ser acessíveis a todos e bem integradas, que a competitividade dos dados desaparece, ainda há algum tempo para fazê-lo ...

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.